Pouteria sapota

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaPouteria sapota
ARS- Pouteria sapota.jpg
Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: angiospérmicas
Clado: eudicotiledóneas
Clado: asterídeas
Ordem: Ericales
Família: Sapotaceae
Género: Pouteria
Espécie: P. sapota
Nome binomial
Pouteria sapota
Pilz

Pouteria sapota é uma espécie de árvore nativa de Cuba e da América Central, tendo distribuição natural desde o sul de Cuba ao sul da Costa Rica, e ao México. Hoje em dia, a árvore é cultivada, pelo seu fruto, não só em Cuba, mas também na América Central, nas Caraíbas, no Sul da Flórida.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A Pouteria sapota é uma árvore perene que pode atingir uma altura de 15 a 45 m.[1] A sua propagação faz-se principalmente por enxertia, o que garante que a nova planta mantém as características, especialmente a qualidade da fruta. Desta forma, também se acelera consideravelmente o crescimento da árvore, conseguindo-se que frutifique em cerca de três a cinco anos, contra os sete que necessitam as árvores plantadas a partir de sementes.[2] Na Flórida, a fruta é colhida a partir de maio a julho, com algumas cultivares disponíveis durante todo o ano.[3][4]

O fruto, tecnicamente uma baga,[5] com cerca de 10 a 25 cm de comprimento e 8 a 12 cm de largura e tem polpa cuja cor pode variar do cor de rosa ao laranja e ao vermelho. A pele castanha tem uma textura intermédia entre uma lixa suave e a pele de um pêssego.[6] A textura do fruto é cremosa e suave, e o sabor é uma mistura de batata-doce, abóbora, mel, ameixa, pêssego, damasco, melão, cereja e amêndoa.[7][8][9] Uma Pouteria sapota está madura quando a polpa apresenta uma cor salmão vibrante quando removemos um pedaço de pele.[10] A polpa deve ser consistente, como a de um kiwi maduro.[11] As folhas são pontiagudas em ambas as extremidades, de 4 a 12 cm de comprimento, e crescem em cachos nas pontas dos ramos.[12]

Utilização[editar | editar código-fonte]

O fruto é comido cru ou em batidos, smoothies, sorvete e barras de frutas. Pode ser usado para produção de marmelada e geleia.[13] Alguns produtos de beleza, usam o óleo prensado a partir da semente.[14] [15]

Nutrição[editar | editar código-fonte]

O fruto é uma excelente fonte de vitamina B6 e vitamina C, e é uma boa fonte de riboflavina, niacina, vitamina E, manganês, potássio e fibra dietética. A pesquisa identificou vários novos carotenóides a partir de frutos maduros.[16]

Referências