Qin Er Shi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Qin Er Shi (秦二世)
Nome ancestral (姓): Ying (嬴)
Nome do clã (氏): Zhao¹ (趙), ou Qin² (秦)
Nome próprio (名): Huhai (胡亥)
Data do reinado: Outubro de 210 a.C.– início de Outubro de 207 a.C.
Nome Oficial: Segundo Imperador (二世皇帝)
Nome de templo: Nenhum³.
Nome póstumo: Nenhum4

Qin Er Shi (229 a.C. — início de Outubro de 207 a.C.), literalmente Segundo Imperador da Dinastia Qin, nome de nascimento Huhai, foi imperador na China de 210 a.C. até 207 a.C..

Qin Er Shi era filho de Qin Shi Huang (o Primeiro Imperador, da Dinastia Qin), mas não era originalmente o herdeiro da coroa. Em 210 a.C., ele acompanhou seu pai por uma viagem ao Leste da China, na qual seu pai morreu subitamente. Sob conselhos do chefe eunuco Zhao Gao e do primeiro ministro Li Si, ele forjou um falso decreto de seu pai, que ordenava seu irmão mais velho e verdadeiro herdeiro ao trono, Fusu, a cometer suicídio, além de apontar a si mesmo como o novo herdeiro.

Como imperador, ele não foi hábil o suficiente para conter as rebeliões crescentes à nível nacional. Dependia tanto de Zhao Gao que era praticamente um governante títere. Em 207 a.C., a Dinastia Qin estava a beira do colapso e Zhao Gao temia que Qin Er Shi pedisse que ele tomasse a culpa. Então, Zhao Gao conspirou junto com outros grupos o apoiavam, forçando o imperador a cometer suicídio.

Um filho de Fusu, Ziying, foi feito rei de Qin por Zhao Gao. O próprio Ziying, pouco tempo depois, mataria Zhao Gao e se renderia a Liu Bang um ano depois.

Precedido por
Qin Shi Huang
Imperador da China
210 a.C.207 a.C.
Sucedido por
Gaozu

Notas[editar | editar código-fonte]

Nota geral: As datas fornecidas estão no Calendário juliano proléptico.

1. O nome deste clã aparece em Registros do Historiador escrito por Sima Qian. Aparentemente o Primeiro Imperador teria nascido em Zhao, onde seu pai seria refém, e ele posteriormente teria adotado Zhao como o nome de seu clã (na China antiga os nomes dos clãs mudavam geralmente de geração em geração), mas isto é completamente incerto.

2. Baseado nos padrões de nomes da China antiga, pode-se inferir qie Qin era o nome do clã da casa real do Estado de Qin, derivado do nome do Estado. Outraos ramos da família ancestral Ying, em outros estados, possuíam outros nomes de clã. Qin também era possivelmente o nome do clã do Primeiro Imperador.

3. A casa real de Qin não tinha o costume de utilizar nomes de templo, que não eram usados desde a Dinastia Zhou. então o Primeiro Imperador não possui um nome de templo per se. Entretanto, seu nome oficial "Primeiro Imperador" pode de algum modo ser comprado com o nome de templo, sendo o nome o qual o imperador teria sido honrado no templo dos ancestrais de sua dinastia.

4. Nomes póstumos foram abolidos em 221 a.C. pelo Primeiro Imperador, que os via como inapropriados e contrários a piedade filial.