Quelícera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Quelícera da espécie Psalmopoeus cambridgei.

Em zoologia, chamam-se quelíceras (Do grego: khele, pinça+keras, chifre, khelekeras) ao primeiro par de apêndices do prossoma dos artrópodes do sub-filo Chelicerata, ao qual pertencem as aranhas, escorpiões, ácaros e algumas espécies marinhas.[1]

As quelíceras encontram-se localizadas dos lados da boca, são articuladas e têm diversas funções, e servem principalmente para a predação– todos os quelicerados são vorazes predadores – ou podem estar modificados num aparelho sugador, como nas carraças. Nas aranhas, acabam numa garra que contém um canal para a injeção de peçonha, enquanto que em algumas espécies acabam numa pinça – não confundir com as grandes pinças dos escorpiões que são pedipalpos modificados.[2]

Referências

  1. Aulete, Caldas (1964). Garcia, Hamilcar; Nascentes, Antenor, eds. Dicionário Contemporâneo da Língua Portuguesa. Volume IV 5ª edição ed. Rio de Janeiro: Editora Delta. pp. 3353; de um número relativo a numeração do volume IV 
  2. «Arachnid - External features». Encyclopedia Britannica (em inglês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.