Quinto Márcio Trêmulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Quinto Márcio Trêmulo
Cônsul da República Romana
Consulado 306 a.C.
288 a.C.

Quinto Márcio Trêmulo (português brasileiro) ou Quinto Márcio Trémulo (português europeu) (em latim: Quintus Marcius Tremulus) foi um político da gente Márcia da República Romana, eleito cônsul por duas vezes, em 306 e 288 a.C. com Públio Cornélio Arvina nas duas vezes. Provavelmente era pai de Quinto Márcio Filipo, cônsul em 281 a.C..

Primeiro consulado (306 a.C.)[editar | editar código-fonte]

Quinto Márcio foi eleito cônsul em 306 a.C. com Públio Cornélio Arvina.[1] Durante seu primeiro mandato, Trêmulo lutou contra os hérnicos de Anâgnia, derrotando-os facilmente e capturando a cidade. Por isso, conseguiu marchar para auxiliar Arvina, que estava lutando em Sâmnio. Quando chegou, seu exército foi atacado de surpresa pelos samnitas, mas Arvina foi socorrê-lo e os dois conseguiram uma brilhante vitória sobre o inimigo. Arvina ficou em Sâmnio e Trêmulo voltou para Roma, onde celebrou um triunfo por sua campanha contra hérnicos. Uma estátua equestre dedicada a ele foi colocada no Fórum Romano em frente ao Templo de Castor.[1]

Segundo consulado (288 a.C.)[editar | editar código-fonte]

Quinto Márcio foi eleito cônsul segunda vez em 288 a.C., novamente com Públio Cornélio Arvina.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul da República Romana
SPQR.svg
Precedido por:
'Ápio Cláudio Cego

com Lúcio Volúmnio Flama Violente

Quinto Márcio Trêmulo
306 a.C.

com Públio Cornélio Arvina

Sucedido por:
'Lúcio Postúmio Megelo

com Tibério Minúcio Augurino

Precedido por:
'Quinto Cedício Notua

com Marco Valério Máximo Corvino

Quinto Márcio Trêmulo II
288 a.C.

com Públio Cornélio Arvina II

Sucedido por:
'Marco Cláudio Marcelo

com Caio Náucio Rutilo


Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]