Raquel Trindade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Raquel Trindade
Nascimento 10 de agosto de 1936
Recife
Morte 15 de abril de 2018
Embu das Artes
Cidadania Brasil
Progenitores
Ocupação escritora
Prêmios

Raquel Trindade de Souza, a Kambinda (Recife, 10 de agosto de 1936 - Embu das Artes, 15 de abril de 2018) foi uma escritora, artista plástica, coreógrafa, carnavalesca, e folclorista brasileira[1].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha do poeta Solano Trindade e da coreógrafa e terapeuta ocupacional Maria Margarida Trindade, mudou-se com a família para Duque de Caxias na década de 1940[2][3].

Nos anos 60, foi morar em Embu das Artes, onde em 1975 fundou o Teatro Popular Solano Trindade (TPST). Também em Embu, fundou a Nação Kambinda de Maracatu.

Como pintora, realizou sua primeira exposição individual em 1966. No mesmo ano, teve uma obra adquirida por Pietro Maria Bardi e fundou, ao lado dos escultores Ranulfo Lira e Chico Rosa, o movimento de Artes da Praça da República, em São Paulo.

Continuou expondo nos anos seguintes. Ao mesmo tempo, participou de diversos eventos e debates sobre a cultura negra, que levaram ao convite para criar um curso de extensão sobre folclore, teatro negro e sincretismo religioso na Unicamp, em 1985. A iniciativa da universidade enfrentou resistência por parte de muitos professores, já que Raquel Trindade não tinha formação superior. Ainda na Unicamp, criou o grupo Urucungos, Puítas e Quinjengues, nome tirado de instrumentos musicais bantos.

Casou-se oito vezes e teve três filhos. É avó do rapper Zinho Trindade[4].

Em 2012, foi condecorada com a Ordem do Mérito Cultural, no grau de Comendadora[5].

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Embu: de Aldeia de M'Boy a Terra das Artes - Noovha América Editora, 2011[6]

Referências

  1. Raquel Trindade, embaixadora do Negro no Brasil[ligação inativa]. Embu Digital, 9 de abril de 2009
  2. Raquel Trindade Arquivado em 25 de agosto de 2011, no Wayback Machine. - Mulher 500 anos
  3. Raquel Trindade participa do encontro de Mulheres da UFPB Arquivado em 4 de março de 2016, no Wayback Machine.. Agência UFPB, 9 de março de 2009
  4. Raquel Trindade Souza - Artistas de Embu
  5. Ministério da Cultura. «Ordem do Mérito Cultural 2012». Consultado em 18 de dezembro de 2012. Arquivado do Ordem do Mérito Cultural original Verifique valor |url= (ajuda) em 18 de janeiro de 2013 
  6. Raquel Trindade lança livro[ligação inativa] - Prefeitura de Embu das Artes, 13 de abril de 2011

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.