Rebater pelo ciclo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Curry Foley foi o primeiro jogador da história da Major League Baseball a rebater pelo ciclo.

No beisebol, rebater pelo ciclo significa que um jogador rebateu uma simples, uma dupla, uma tripla e um home run no mesmo jogo[1] Conseguir as rebatidas nesta ordem é conhecido como "ciclo natural", o que ocorreu 13 vezes na Major League Baseball (MLB).[2] O ciclo, por si só, é raro na MLB, ocorrendo 305 vezes desde que Curry Foley conseguiu o primeiro ciclo em 1882.[3] Em termos de frequência, o ciclo é tão comum como o no-hitter (293 ocorrências na história da Major League (até 30 de Agosto de 2015));[4] [5] Tem sido chamado como "uma das mais raras"[6] e "mais difíceis proezas"[7] no beisebol. Baseado nos níveis ofensivos de 2009, a probabilidade de um jogador médio da MLB rebater pelo ciclo contra um time também médio é aproximadamente 0,00590%; isto corresponde a 2,5 ciclos em um temporada com 162 jogos e 30 times.[8]

Em outras ligas de beisebol. o ciclo é alcançado menos frequentemente. Até 4 de Setembro de 2008, 63 jogadores da Nippon Professional Baseball (NPB), a mais alta liga japonesa, rebateram pelo ciclo,[9] [10] o mais recente sendo Rainel Rosario.[11] Dois jogadores rebateram pelo ciclo no mesmo dia na história da NPB; isto aconteceu por duas vezes da história da MLB. Um jogador da NPB também rebateu pelo ciclo em jogo da NPB All-Star game. Nenhum jogador jamais rebateu pelo ciclo em um Jogo das Estrelas da Major League Baseball ou na pós-temporada.[12]

Só há dois times hoje na MLB que, até agora, não tiveram um jogador batendo pelo ciclo — San Diego Padres, e Miami Marlins.

Componentes[editar | editar código-fonte]

Michihiro Ogasawara é o mais recente jogador na história da Nippon Professional Baseball a rebater pelo ciclo.

Simples[editar | editar código-fonte]

Nos termos da Major League Baseball (MLB), regra 6.09(a), "o rebatedor se torna homem em base quando ele rebate uma bola válida".[13] A rebatida simples é o tipo mais comum de rebatida no beisebol: por exemplo, houve 25.838 rebatidas simples durante a temporada de 1988 da MLB, comparada a 6.386 rebatidas duplas ou 3.180 home runs.[14] O líder da MLB em rebatidas simples é Pete Rose, que é também o líder de todos os tempos.[15] O líder em rebatidas simples em uma temporada é Ichiro Suzuki, que quebrou o recorde de Willie Keeler - que perdurava 106 anos - em 2004 com 225, 19 a mais que o recorde anterior.[16] Nenhum dos cinco maiores jogadores em simples (Rose, Ty Cobb, Eddie Collins, Cap Anson e Keeler) na história da MLB rebateram pelo ciclo;[3] dos cinco, apenas Rose tinha mais que 150 home runs,[17] e dois (Collins e Keeler) tinham menos que 50,[18] [19] diminuindo a probabilidade de eles completarem o ciclo.

Dupla[editar | editar código-fonte]

Uma rebatida dupla é uma rebatida válida quando o rebatedor atinge a segunda base sem ser eliminado. Este cenário sempre ocorre quando a bola é rebatida entre os espaços dos defensores externos, ou próximo as linhas laterais em ambos lados do campo[20] Tris Speaker é líder em todos os tempos em duplas na história da MLB, com 792,[21] uma das quais foi parte de um ciclo; Speaker conseguiu o feito jogando pelo Boston Red Sox em 9 de Junho de 1912, contra o St. Louis Browns.[3] Dois dos outros cinco maiores jogadores em duplas também rebateram pelo ciclo: Stan Musial (725 duplas; terceiro em todos os tempos) completou em ciclo em 24 de Julho de 1949; e Craig Biggio (668; quinto em todos os tempos) completou a proeza em 8 de Abril de 2002.[3] O líder em rebatidas duplas durante uma temporada na MLB é Earl Webb, o defensor externo, canhoto, rebateu 67 em 1931.[22]

Tripla[editar | editar código-fonte]

A rebatida tripla, em que um rebatedor atinge a terceira base sem ser eliminado e sem o benefício de um erro de campo, é sempre chamada "a parte mais difícil do ciclo" de se completar.[23] Rebater uma tripla, muitas vezes, é similar a rebatida dupla, mas requer uma velocidade impressionante por parte do corredor.[24] Por este motivo, é raro ver um jogador com baixa capacidade de corrida completar o ciclo, mas já aconteceu: o receptor Bengie Molina rebateu pelo ciclo em 16 de Julho de 2010; Molina se descrevia como "o cara mais lento do beisebol" no começo daquela temporada.[25] O líder em triplas em todos os tempos da MLB é Sam Crawford, com 309 em sua carreira;[26] entretanto, nenhuma destas rebatidas triplas foi parte de um ciclo. Dos cinco maiores jogadores da MLB em triplas, dois deles—Honus Wagner e Roger Connor—rebateram pelo ciclo: Connor em 1890 e Wagner em 1912.[3] O recordista em triplas em uma temporada, Chief Wilson, rebateu pelo ciclo em 1910,[3] dois anos antes de seu recorde de triplas em uma temporada, onde ele rebateu 36 vezes.[27]

Home run[editar | editar código-fonte]

Um home run é uma rebatida em que um jogador alcança o home plate, e anota uma corrida na mesma jogada sem ser eliminado. Quase sempre no beisebol moderno ocorre quando um jogador rebate a bola por sobre o muro em território válido. Entretanto, pode ocorrer quando a bola é rebatida dentro de campo, e o corredor, que tenha muita velocidade, consegue percorrer todas as bases e retornar ao home plate; esta jogada é chamada de inside-the-park home run.[24] Rebatedores de home runs são quase sempre grandes, mais lentos devido à sua força e podem não ser suficientemente rápidos para completar a rebatida tripla.[24] O líder em home runs na MLB em todos os tempos e também em apenas uma temporada é Barry Bonds, que rebateu 73 home runs na temporada de 2001 e anotou 762 home runs em sua carreira de 22 temporadas.[28] [29] Bonds nunca rebateu pelo ciclo, assim como nenhum dos quatros maiores rebatedores de home runs na história da MLB;[30] o quarto maior rebatedor da história é Alex Rodriguez (664 home runs até a temporada 2015,[31] e rebateu pelo ciclo em 5 de Junho de 1997.[3]

Realizações[editar | editar código-fonte]

Bobby Veach 1925 CROP.jpg
GeorgeJBurns.jpg
Bobby Veach (esquerda) e George Burns (direita) rebateram pelo ciclo no mesmo dia em 17 de Setembro de 1920.

Major League Baseball[editar | editar código-fonte]

Múltiplos ciclos na MLB[editar | editar código-fonte]

O maior número de ciclos por um jogador na Major League Baseball é três, feito conseguido por três jogadores. John Reilly foi o primeiro a rebater pelo ciclo por três vezes, quando completou o ciclo em 6 de Agosto de 1890, depois de rebater seus dois primeiros ciclos em uma semana (12 e 19 de Setembro de 1883) pelo Cincinnati Reds. Bob Meusel se tornou o segundo homem a completar três ciclos, jogando pelo New York Yankees; seu primeiro ocorreu em 7 de Maio de 1921, o seguinte em 3 de Julho de 1922 e seu ciclo final em 26 de Julho de 1928. O terceiro, Babe Herman, é o único jogador de três ciclos a completar a proeza por dois times diferentes — o Brooklyn Robins (18 de Maio e 24 de Julho de 1931) e o Chicago Cubs (30 de Setembro de 1933).[3] Reilly (1884), Tip O'Neill (1887), Herman (1931) e Aaron Hill (2012) são os únicos jogadores na história da MLB que rebateram pelo ciclo duas vezes em uma temporada.

O maior número de ciclos rebatidos em apenas uma temporada foi oito, o que aconteceu duas vezes: primeiro na temporada de 1933, e novamente na temporada de 2009; todos os oito ciclos em cada uma destas temporadas foi rebatido jogadores diferentes. Múltiplos ciclos ocorreram no mesmo dia na história da Major League Baseball por duas vezes: em 17 de Setembro de 1920, rebatido por Bobby Veach do Detroit Tigers e George Burns do New York Giants; e novamente em 1º de Setembro de 2008 quando Stephen Drew do Arizona Diamondbacks e Adrián Beltré do Seattle Mariners.[32] Reciprocamente, o mais longo período de tempo entre dois jogadores rebaterem pelo ciclo foi 5 anos, 1 mês e 10 dias, uma seca que durou desde o ciclo de Bill Joyce em 1896 até o ciclo de Harry Davis em 1901.[3]

Ciclos naturais na MLB[editar | editar código-fonte]

O ciclo natural, em que as rebatidas acontecem do menor para o maior (simples, dupla, tripla e home run), já foi conseguida 14 vezes na história da MLB. Bill Collins foi o primeiro a conseguir as rebatidas na ordem em 6 de Outubro de 1910. O ciclo natural aconteceu mais comumente na década de 1960, ocorrendo três vezes em um intervalo de quatro anos (Jim Hickman em 1963, Ken Boyer em 1964 e Billy Williams em 1966).[33] Também aconteceu três vezes em um intervalo de sete temporadas: de 2000 até 2006: José Valentín em 2000; Brad Wilkerson em 2003;[33] e Gary Matthews, Jr. em 2006.[34] O ciclo natural também aconteceu de maneira reversa (home run, tripla, dupla, simples) por cinco jogadores: Bid McPhee (1887);[35] Gee Walker (1937);[36] Jim Fregosi (1968; seu segundo ciclo);[37] Luke Scott (2006);[38] e Carlos Gómez (2008).[39]

Outras realizações relacionadas[editar | editar código-fonte]

Ian Kinsler conseguiu 6 rebatidas em 6 chances no dia que conseguiu seu ciclo.

Oito jogadores rebateram um grand slam como o home run de seus ciclos; no séulo 21, a lista inclui Miguel Tejada, Jason Kubel e Bengie Molina.[40] Cinco jogadores rebateram um walk-off home run para ganhar o jogo como a rebatida final de seus ciclos: Boyer,[41] César Tovar,[42] George Brett,[43] Dwight Evans,[44] e Carlos González.[45] Em 2009, Ian Kinsler conseguiu seis rebatidas no jogo em que rebateu pelo ciclo;[46] o feito aconteceu no Jackie Robinson Day, em honra ao pioneiro jogador afro-americano. Ele próprio conseguiu rebater pelo ciclo em 29 de Agosto de 1948.[3]

Quatro rebatedores rebateram pelo ciclo na mesma temporada em que ganharam a Tríplice Coroa: Nap Lajoie (American League) em 1901; Jimmie Foxx (American League) e Chuck Klein (National League) em 1933; e Lou Gehrig (American League) em 1934.[3] [47] Gehrig é o único jogador a a conseguir a Tríplice Coroa na MLB na mesma temporada em que rebateu pelo ciclo, lierando ambas ligas: Nacional e Americana em home runs, corridas impulsionadas e média de rebatidas. Quando Foxx e Klein ganharam na mesma temporada, cada um estava jogando por um time na Filadélfia: Klein pelo Phillies e Foxx pelo Athletics.[47] Três jogadores—John Olerud , Michael Cuddyer e Bob Watson—rebateram pelo ciclo em ambas ligas: Nacional e Americana. Pai e filho também rebateram pelo ciclo: Gary Ward e Daryle Ward, conseguiram o feito em 1980 e 2004, respectivamente;[48] [49] assim como avô e neto: Gus e David Bell, o mais velho rebateu pelo ciclo em 1951, e o mais novo em 2004.[3]

Dois jogadores – Joe Cronin e Adrian Beltre – rebateram pelo cilo como membro de um determinado clube e depois como membro em um clube oponente (Cronin com o Washington Senators contra o Boston Red Sox e mais tarde com o Red Sox; Beltre com o Seattle Mariners contra o Texas Rangers e depois com o Rangers). Os dois ciclos de Beltre aconteceram no Rangers Ballpark in Arlington, o único jogador a conseguir dois ciclos no mesmo estádio jogando em dois times diferentes.

Nippon Professional Baseball[editar | editar código-fonte]

Múltiplos ciclos na NPB[editar | editar código-fonte]

Arihito Muramatsu é um dos cinco jogadores a rebater um ciclo natural na NPB.

Durante suas oito temporadas jogando pelo Yokohama BayStars, Bobby Rose rebateu pelo ciclo três vezes, o maior número da Nippon Professional Baseball. Cada um espaçado por duas temporadas, seu primeiro ciclo ocorreu em 2 de Maio de 1995, o seguinte em 29 de Abril de 1997 e seu ciclo final em 30 de Junho de 1999. Além de Rose, somente dois jogadores da NPB rebateram múltiplos ciclos: Fumio Fujimura pelo Osaka Tigers e Hiromi Matsunaga pelo Hankyu/Orix Braves, ambos com dois. Fujimura é também o único jogador a rebater pelo ciclo tanto na era da liga japonesa única quanto na atual era das duas ligas.[50]

Na temporada de 2003 da NPB aconteceram o maior número de ciclos em uma única temporada—cinco.[50] Nesta temporada também aconteceu o único caso de ciclos ocorrendo no mesmo dia: em 1º de Julho, rebatidos por Atsunori Inaba do Yakult Swallows e Arihito Muramatsu do Fukuoka Daiei Hawks.[51] No dia seguinte, Shinjiro Hiyama se tornou o terceiro jogador a rebater pelo ciclo em dois dias.[52] Reciprocamente, o mais longo período entre dois jogadores rebaterem pelo ciclo foi 3 anos, 5 meses e 9 dias, uma seca que durou do ciclo de Alex Ochoa em 2004 até Julio Zuleta em 2007.[50]

Ciclos naturais na NPB[editar | editar código-fonte]

O ciclo natural foi conseguido cinco vezes na história da NPB. O segundo ciclo de Fumio Fujimura em 25 de Maio de 1950, foi a primeira vez que um jogador conseguiu a proezar. Em média, o ciclo natural ocorre aproximadamente à cada 13 anos. Além de Fujimura, outros quatro jogadores rebateram um ciclo natural: Kazuhiko Kondo em 1961, Takahiro Tokutsu em 1976, Takanori Okamura em 1985 e Muramatsu em 2003. O ciclo natural reverso aconteceu somente uma vez: Ochoa (2004).[50]

Outras realizações relacionadas[editar | editar código-fonte]

Quando Ochoa rebateu pelo ciclo com Chunichi Dragons em 13 de Abril de 2004, se tornou o único jogador a rebater pelo ciclo tanto na Major League Baseball quanto na Nippon Professional Baseball. Oito anos antes, Ochoa tinha conseguido a mesma proeza em 3 de Julho de 1996, enquando jogava pelo New York Mets.[53] O receptor do Yakult Swallows, Atsuya Furuta é o único jogador a rebater pelo ciclo em um jogo das estrelas da Nippon Professional Baseball, conseguindo no jogo 2 da série de 1992.[54] Inaba é o único jogador a rebater pelo ciclo em um jogo interrompido por chuva. Após rebater uma tripla na primeira entrada e um home run na quarta entrada, Inaba conseguiu as duas rebatidas necessárias na quinta entrada (com sete corridas) quanto voltou ao bastão pela segunda vez.[51] Kosuke Fukudome é o único jogador a rebater pelo ciclo com um grand slam sendo o home run do ciclo.[55] Hiroshi Ohshita e Kazuhiko Kondo são os únicos jogadores a conseguir um walk-off home run em seus cicloss.

Referências

  1. Dickson, Paul. The new Dickson baseball dictionary. [S.l.]: Houghton Mifflin Harcourt, 1999. p. 250. ISBN 0-15-600580-8 Página visitada em September 10, 2011.
  2. Hitting for the Cycle Records Baseball Almanac. Visitado em September 10, 2011.
  3. a b c d e f g h i j k l Cycles Chronologically Retrosheet.org. Visitado em September 4, 2011.
  4. Swearingen, Randall. A Great Teammate: The Legend of Mickey Mantle. [S.l.]: Sports Publishing LLC, 2007. p. 85. ISBN 1-59670-194-3 Página visitada em September 10, 2011.
  5. Rare Feats: No-hitters MLB.com. Visitado em September 10, 2011.
  6. McMurray, John. (August 2005). "Brad Wilkerson: A Versatile Performer for the Nationals". Baseball Digest 64 (6). Lakeside. ISSN 0005-609X.
  7. (May 2000) "Six to Watch in 2000". Ebony 55 (7): 148–152. Johnson Publishing. ISSN 0012-9011.
  8. Sackmann, Jeff (2010-07-01). The odds of a cycle The Hardball Times. Visitado em 2011-10-07.
  9. Zuleta hits for cycle to lead Marines past Eagles Japan Times (September 23, 2007). Visitado em September 23, 2011.
  10. Ogasawara hits baseball's 62nd cycle (em japanese) Japan Press Network (September 3, 2008). Visitado em September 24, 2011.
  11. "Sakamoto blast sparks Giants against Carp", September 2, 2014. Página visitada em September 29, 2014.
  12. Kepner, Tyler. "For Pena, Rebirth Is All in the Timing", New York Times, October 12, 2010. Página visitada em September 21, 2011.
  13. Official Baseball Rules: 2011 Edition Major League Baseball (February 16, 2011). Visitado em September 18, 2011.
  14. Will, George F.. Men at Work: The Craft of Baseball. [S.l.]: HarperCollins, 2010. p. 40. ISBN 0-06-199981-4
  15. Career Leaders & Records for Singles Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em September 18, 2011.
  16. Single-Season Leaders & Records for Singles Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em September 18, 2011.
  17. Pete Rose Statistics and History Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em September 18, 2011.
  18. Eddie Collins Statistics and History Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em September 18, 2011.
  19. Willie Keeler Statistics and History Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em September 18, 2011.
  20. Morgan, Joe; Lally, Richard; Anderson, Sparky. In: Joe. Baseball for dummies. [S.l.]: John Wiley and Sons, 2004. 259–260 p. ISBN 978-0-7645-7537-2 Página visitada em September 23, 2011.
  21. Career Leaders & Records for Doubles Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em September 23, 2011.
  22. Single-Season Leaders & Records for Doubles Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em 23 de Setembro de 2011.
  23. Morgenstern, Justin (August 5, 2011). Reyes Hits for Cycle in D-Braves Victory Danville Braves. Visitado em September 23, 2011.
  24. a b c Koney, Jackie; Silva, Deidre. In: Jackie. It Takes More Than Balls: The Savvy Girls' Guide to Understanding and Enjoying Baseball. [S.l.]: Skyhorse Publishing, 2008. 66–67 p. ISBN 978-1-60239-631-9 Página visitada em 23 September 2011.
  25. Grant, Evan (July 16, 2010). Bengie Molina on cycle: 'Being slow has never been a joke for me' Dallas Morning News. Visitado em September 24, 2011.
  26. Career Leaders & Records for Triples Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em September 24, 2011.
  27. Single-Season Leaders & Records for Triples Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em 24 de Setembro de 2011.
  28. Single-Season Leaders & Records for Home Runs Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em 24 de Setembro de 2011.
  29. Barry Bonds Statistics and History Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em September 24, 2011.
  30. Career Leaders & Records for Home Runs Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em 24 de Setembro de 2011.
  31. Alex Rodriguez Statistics and History Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em 7 de Outubro de 2011.
  32. Baltov, Victor A.; Baltov, Jr., Victor A.. In: Victor A.. Baseball Is America: Origins and History: The Good, the Bad, and the Ugly. [S.l.]: AuthorHouse, 2010. p. 305. ISBN 1-4520-0486-2 Página visitada em September 10, 2011.
  33. a b Wilkerson hits for natural cycle in Expos' win sportsillustrated.com Sports Illustrated / CNN (June 24, 2003). Visitado em September 24, 2011.
  34. "Texas Rangers vs. Detroit Tigers: Recap", ESPN, September 13, 2006. Página visitada em September 24, 2011.
  35. "An Old-Time Slugging Match", Cincinnati Commercial Gazette, August 27, 1887.
  36. Yoon, Peter. "He provides protection in lineup", Los Angeles Times, April 12, 2008. Página visitada em September 24, 2011.
  37. California Angels 5, Boston Red Sox 4 Retrosheet.org Retrosheet, Inc (May 20, 1968). Visitado em September 24, 2011.
  38. Arizona Diamondbacks 8, Houston Astros 7 Retrosheet.org Retrosheet, Inc (July 28, 2006). Visitado em September 24, 2011.
  39. Minnesota Twins 13, Chicago White Sox 1 Retrosheet.org Retrosheet, Inc (May 7, 2008). Visitado em September 24, 2011.
  40. Sullivan, T. R. (July 17, 2010). Rangers ride Molina's cycle to win in Boston MLB.com Major League Baseball. Visitado em 24 de Setembro de 2011.
  41. St. Louis Cardinals 6, Chicago Cubs 5 (2) Retrosheet.org Retrosheet, Inc (September 14, 1961). Visitado em September 24, 2011.
  42. Minnesota Twins 5, Texas Rangers 3 Retrosheet.org Retrosheet, Inc (September 19, 1972). Visitado em September 24, 2011.
  43. Kansas City Royals 5, Baltimore Orioles 4 Retrosheet.org Retrosheet, Inc (May 28, 1979). Visitado em September 24, 2011.
  44. Boston Red Sox 9, Seattle Mariners 6 Retrosheet.org Retrosheet, Inc (June 28, 1984). Visitado em September 24, 2011.
  45. Colorado Rockies 6, Chicago Cubs 5 Retrosheet.org Retrosheet, Inc (July 31, 2010). Visitado em September 24, 2011.
  46. Sullivan, T. R. (April 16, 2009). Kinsler hits for cycle, goes 6-for-6 MLB.com Major League Baseball. Visitado em September 24, 2011.
  47. a b MLB Triple Crown Winners Baseball-Reference.com Sports Reference LLC. Visitado em September 24, 2011.
  48. Gary Ward 1980 Batting Gamelogs Baseball-Reference.com. Visitado em October 4, 2011.
  49. Daryle Ward 2004 Batting Gamelogs Baseball-Reference.com. Visitado em October 4, 2011.
  50. a b c d [1] (em japanese). Visitado em 26 de Setembro de 2011.
  51. a b Inaba, Muramatsu both hit for the cycle The Japan Times (2 de Julho de 2003). Visitado em September 26, 2011.
  52. Hiyama follows suit; hits for cycle as Tigers slay Dragonse The Japan Times (July 3, 2003). Visitado em 26 de Setembro de 2011.
  53. Graczyk, Wayne (September 2, 2004). Dragons hoping Ochoa's lucky No. 4 can bring them success The Japan Times. Visitado em September 26, 2011.
  54. [2] (em japanese) Nippon Professional Baseball. Visitado em September 26, 2011.
  55. [3] (em japanese) Sponichi Annex Sports Nippon Corporation (June 8, 2003). Visitado em September 26, 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • MLB.com (omite franquias desativadas)
  • Rebatedores do ciclo por liga: AL NL