Renato de Bourbon-Parma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde julho de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Renato de Bourbon-Parma
Príncipe de Bourbon-Parma
Esposa Margarida da Dinamarca
Descendência Tiago
Ana
Miguel
André
Casa Bourbon-Parma
Nome completo
Renato Carlo Maria Giuseppe di Borbone
Nascimento 17 de outubro de 1894
  Schwarzau am Steinfeld, Áustria
Morte 30 de julho de 1962 (67 anos)
  Copenhague, Dinamarca
Pai Roberto I, Duque de Parma
Mãe Maria Antónia de Bragança

Renato de Bourbon-Parma (em francês: René; 17 de outubro de 1894 - 30 de julho de 1962) foi o sétimo filho sobrevivente de Roberto I, Duque de Parma, e sua segunda esposa, a infanta Maria Antonia de Portugal.[1] Em 1921, ele se casou com a princesa Margarida de Dinamarca. Eles tiveram quatro filhos, incluindo a rainha Ana da Romênia, a esposa de Miguel I, ex-rei da Romênia.

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Renato de Bourbon-Parma era o décimo-nono entre as vinte e quatro crianças de Roberto I, o último soberano do extinto Ducado de Parma e Placência. Sua mãe era a princesa Maria Antonia, era filha do exilado rei Miguel I de Portugal. Pelo primeiro e segundo casamento de seu pai, Renato tinha dezessete irmãos que sobreviveram à infância. Dois dos mais famosos, incluindo a imperatriz Zita da Áustria e o príncipe Félix, consorte de Carlota de Luxemburgo. Renato nasceu em Schwarzau am Steinfeld.[1] Ele foi criado na Áustria.[2] Estudou na Theresianum em Viena, formou-se a partir de uma academia militar e serviu ao império nas forças armadas reais como um oficial da cavalaria.

Durante a Primeira Guerra Mundial, os irmãos de Renato, os príncipes Sixto e Xavier, decidiram lutar pela causa da Tríplice Entente, enquanto Renato e seus irmãos Elias, Duque de Parma e Félix, lutaram no lado oposto e se juntaram ao exército austríaco e à causa dos Impérios Centrais. Sua irmã, Zita, foi casada com o arquiduque Carlos I da Áustria, que se tornou o Imperador da Áustria em 21 de novembro de 1916. Com a queda da monarquia dos Habsburgos em 1918, o príncipe Renato mudou-se para a França.

Casamento e filhos[editar | editar código-fonte]

Em 9 de Junho de 1921, Renato casou-se com a princesa Margarida da Dinamarca, em Copenhaga.[1] Ela era filha do príncipe Valdemar da Dinamarca (ele próprio era o filho mais novo de Cristiano IX da Dinamarca) por sua esposa a princesa Maria de Orléans. Embora seu pai fosse luterano, Margarida tinha sido criada na fé católica de sua mãe.[3] Seus pais haviam concordado antes do casamento que todos os seus filhos seriam criados como luteranos, a religião de seu pai, e que todas as suas filhas seriam criadas como católicas romanas.

O casal teve quatro filhos:

Nome Nascimento Morte Observações
Tiago de Bourbon-Parma 9 de junho de 1922 5 de novembro de 1964
(42 anos)
Casou-se em 1947 com a condessa Brigite Alexandra Maria de Holsácia-Ledreborg (1922-2009); com descendência
Ana de Bourbon-Parma 18 de setembro de 1923 1 de agosto de 2016
(92 anos)
Casou-se em 1948 com o rei Miguel I da Romênia (1921); com descendência
Miguel de Bourbon-Parma 4 de março de 1926
(90 anos)
Casou-se primeiro com a princesa Iolanda de Broglie-Revel; com descendência. Casou-se depois com Maria Pia de Saboia, sem descendência.
André de Bourbon-Parma 6 de março de 1928 1 de outubro de 2011
(83 anos)
Casado em 1960 com Marina Gacry; com descendência.

Renato morreu em 30 de julho de 1962, aos 67 anos de idade.[1]

Títulos, estilos e honras[editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • 17 de outubro de 1894 - 30 de julho de 1962: Sua Alteza Real príncipe Renato de Bourbon-Parma.

Honras[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Lundy, Darryl. "O Peerage: René Carlo Maria Giuseppe di Borbone, Principe di Parma". Retirado 18 de de Agosto de 2010.
  2. "Princesa Soon to Marry pertence a Realeza dinamarquesa", The Washington Post, 14 de março de 1921[necessário esclarecer]
  3. Finestone, p.199.[necessário esclarecer]