Richard Seed

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde julho de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Searchtool.svg
Esta página ou seção foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2016). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Richard Seed foi um físico nuclear de Chicago, conhecido por forçar um debate nacional sobre a clonagem humana no final de 1990. Em 5 de dezembro de 1997, graduado de Harvard Richard Seed anunciou que planejava clonar um ser humano antes de qualquer lei federal ser decretada sobre a proibição do processo. O anúncio de Seed adicionou combustível para avivar o debate sobre a ética da clonagem humana que tinha sido provocada pela criação de Ian Wilmut, a ovelha Dolly, primeiro clone obtido a partir de células adultas. Os planos de Seed eram o de usar a mesma técnica usada pela equipe escocesa. O anúncio de Seed foi contra a proposta do presidente Clinton de 1997, para uma moratória voluntária privada contra a clonagem humana.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.