Rio Omo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Omo
Delta do Rio Omo
Comprimento 760 km
Foz Lago Turkana
País(es)  Etiópia

O rio Omo é um importante rio do sul da Etiópia. Seu curso é inteiramente contido dentro dos limites da Etiópia, e desagua no Lago Turkana, na fronteira Etiópia-Quénia. Este rio nasce nos planaltos do Shewa e é um rio perene. Seu curso é, em geral, ao sul, porém com uma grande curva para o oeste a cerca de 7° N 37° 30'E até cerca de 36° E quando se revela sul até 5° 30'N, quando ele faz uma grande curva em S e então retoma o seu curso meridional para o Lago Turkana. De acordo com a estatística Resumo da Etiópia para 1967/68, o rio Omo tem 760 km de comprimento.

O rio Omo formava as fronteiras do leste para os antigos reinos de Janjero e Garo. Nas margens do rio Omo arqueólogos encontraram fragmentos fósseis do Homens de Kibish e hominídeos do antigo Pleistoceno até ao Plioceno.

Encontra-se em construção uma gigantesca barragem no Omo, a barragem de Gibe III, iniciada em 2006. Muitos ecologistas opõem-se à sua construção[1] por afectar cerca de meio milhão de pessoas.

O Vale Inferior do Omo está classificado pela UNESCO como Património da Humanidade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. publico.pt. «Meio milhão de pessoas poderia ser afectado - Activistas lançam campanha contra gigantesca barragem na Etiópia». Consultado em 23 de março de 2010. Arquivado do original em 11 de novembro de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Etiópia, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.