Roberto Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Roberto Silva
Informação geral
Nome completo Roberto Napoleão Silva
Também conhecido(a) como "O Principe do Samba"
Nascimento 9 de abril de 1920
Origem Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
País  Brasil
Data de morte 9 de setembro de 2012 (92 anos)
Gênero(s) Samba
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 1958-2012
Gravadora(s) Universal Music Brasil (2002-2012)

Roberto Napoleão Silva (Rio de Janeiro, 9 de abril de 1920 - Rio de Janeiro, 9 de setembro de 2012), mais conhecido como "O Principe do Samba", foi um cantor e compositor carioca.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido no morro do Cantagalo em Copacabana, iniciou a carreira de cantor no rádio, na década de 30. Nos anos 40 realizou suas primeiras gravações, e foi do elenco das rádios Nacional e Tupi. Nesta última ficou conhecido como "príncipe do samba", e suas interpretações são características pelo estilo sincopado e levemente dolente que encontrou para cantar samba, inspirado em dois ídolos anteriores, Cyro Monteiro e Orlando Silva.

Seu primeiro sucesso, lançado pela Star, foi "Mandei Fazer um Patuá" (R. Olavo/ N. Martins). Em 1958 veio o LP "Descendo o Morro", que teve continuações, nos volumes 2, 3 e 4. Entre seus muitos sucessos destacam-se "Maria Teresa" (Altamiro Carrilho), "O Baile Começa às Nove" (Haroldo Lobo/ Milton de Oliveira), "Juraci Me Deixou" (Raimundo Olavo/ Oldemar Magalhães), "Escurinho" (Geraldo Pereira) e "Crioulo Sambista" (Nelson Trigueiro/ Sinval Silva), entre outras. No total, gravou 350 discos de 78 rotações e perto de 20 LPs. Afastado das gravações nos últimos anos, teve vários de seus discos relançados em CD e em 1997 saiu a coletânea "Roberto Silva Canta Orlando Silva", extraída de seus vários LP na Copacabana.

Morte[editar | editar código-fonte]

No dia 09 de Setembro de 2012, aos 92 anos, ele veio a falecer, após sofrer um AVC no dia 07 de Setembro[2].

Discografia[editar | editar código-fonte]

1. Discos de carreira

VOLTA POR CIMA - Universal Music - 2002

A PERSONALIDADE DO SAMBA - Copacabana - 1979

PROTESTO AO PROTESTO - Copacabana - 1978

INTERPRETA HAROLDO LOBO, GERALDO PEREIRA E SEUS PARCEIROZ - Copacabana - 1976

SAMBA DE MORRO - Copacabana - 1974

SAUDADE EM FORMA DE SAMBA - Copacabana - 1973

RECEITA DE SAMBA - Copacabana - 1969

A HORA É A VOZ DO SAMBA - Copacabana - 1968

O PRÍNCIPE DO SAMBA - Copacabana - 1965

EU... O LUAR E A SERENATA Nº 2 - Copacabana - 1964

O SAMBA É ROBERTO SILVA Nº 2 - Copacabana - 1963

O SAMBA É ROBERTO SILVA - Copacabana - 1962

DESCENDO O MORRO Nº 4 - Copacabana - 1961

EU... O LUAR E A SERENATA - Copacabana - 1960

DESCENDO O MORRO Nº 3 - Copacabana - 1960

DESCENDO O MORRO Nº 2 - Copacabana - 1959

DESCENDO O MORRO - Copacabana - 1958

2. Extras

A MÚSICA BRASILEIRA DESTE SÉCULO POR SEUS AUTORES E INTÉRPRETES - ROBERTO SILVA - SESC - SP - 2000

WILSON BATISTA, O SAMBA FOI SUA GLÓRIA - JOYCE e ROBERTO SILVA - Funarte - 1985

3. Coletâneas

ROBERTO SILVA CANTA ORLANDO SILVA - Marcus Pereira - 1997

Referências

  1. «O cantor Roberto Silva, o Príncipe do Samba, completa 70 anos de carreira». site Estadão. 16 de Maio de 2008. Consultado em 19 de dezembro de 2009 
  2. oglobo.globo.com

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.