Roseta (biologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados, veja Roseta (desambiguação).
Típica organização das folhas em roseta de uma bromélia.
Organização das folhas em roseta. Note que o caule é curto e fica escondido abaixo das folhas. Espécie em questão: Paepalanthus convexus.

Folhas em forma de roseta, ou rosuladas são aquelas distribuídas em uma porção muito curta de caule, dispostas espiraladamente. O termo se refere justamente à semelhança deste tipo de folhagem com as pétalas de uma rosa.

O caule das plantas com roseta geralmente são tão muito curtos que ficam escondidos entre as folhas. Muitas espécies de plantas têm suas folhas organizadas em roseta, como as bromélias e sempre-vivas da famílias Eriocaulaceae.

Vantagens e adaptações[editar | editar código-fonte]

As folhas em roseta trazem vantagens a espécies alpinas, onde a luminosidade é intensa durante o dia (e a superfície fotossintetizante destas é grande), mas o frio à noite poderia danificar seu meristema apical. Por isso as folhas mais jovens permanecem curvadas sobre o mesistema, cobrindo-o e isolando-o da temperatura ambiente.

Já em Bromeliaceae, a roseta atua como um captador de água. As folhas possuem bainhas largas e abraçam-se umas às outras, fazendo com que o interior da roseta acumule água da chuva. Esta água, algumas vezes com parte da matéria orgânica ali depositada em decomposição, é absorvida pelas células das próprias folhas, fazendo com que muitas bromélias, especialmente as epífitas tenham sua função de absorção desempenhada mais pelas folhas do que pelas próprias raízes.

Ícone de esboço Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.