Ruído Rosa (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ruído Rosa
Álbum de estúdio de Pato Fu
Lançamento Março de 2001
Gravação 2001
Gênero(s) Rock alternativo, indie pop
Duração 47:53
Idioma(s) Português, inglês
Formato(s) CD
Gravadora(s) BMG
Produção Dudu Marote
Cronologia de Pato Fu
Isopor
(1999)
MTV ao Vivo Pato Fu: no Museu de Arte da Pampulha
(2002)

Ruído Rosa é o sexto álbum da banda brasileira de pop rock alternativo Pato Fu. Lançado em 2001, conta pela terceira e última vez com a produção de Dudu Marote.

O álbum conta com três regravações de outras bandas: "Ando Meio Desligado", da banda tropicalista Os Mutantes (que serviu como primeira música de trabalho do álbum), "Tolices", da banda Ira!, lançada no álbum Mudança de Comportamento em 1985, e "Eu", da banda Graforréia Xilarmônica, lançada no seu segundo álbum Chapinhas de Ouro. A faixa single "Ando Meio Desligado" foi tema da telenovela brasileira Um Anjo Caiu do Céu.

Na canção "Eu", foi usado um teremim, um dos primeiros instrumentos eletrônicos[1].

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4.5 de 5 estrelas. [2]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Eu" (Frank Jorge/Carlo Pianta/Marcelo Birck/Alexandre Ograndi) – 3:01
  2. "Ninguém" (John Ulhoa) – 4:40
  3. "Day After Day" (John Ulhoa/Fernanda Takai/Bertha Egnos/Gail Lakier) – 3:55
  4. "Tribunal de Causas Realmente Pequenas" (John Ulhoa/Fernanda Takai) – 4:12
  5. "Menti Pra Você, Mas Foi Sem Querer" (Rubinho Troll) – 3:00
  6. "Ruído Rosa" (John Ulhoa) – 3:28
  7. "Deus" (John Ulhoa) – 3:52
  8. "2 Malucos" (John Ulhoa) – 3:17
  9. "Tolices" (Edgard Scandurra) – 3:59
  10. "Que Fragilidade" (John Ulhoa/Rubinho Troll) – 3:09
  11. "E o Vento Levou..." (John Ulhoa/Fernanda Takai) – 3:42
  12. "Sorria, Você Está Sendo Filmado" (John Ulhoa) – 4:09
  13. "Ando Meio Desligado" (Arnaldo Baptista/Rita Lee/Sérgio Baptista) – 3:29

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Daniel Marcondes Gohn (2003). Auto-aprendizagem musical: alternativas tecnológicas. [S.l.]: Annablume. 51 páginas. 9788574193557 
  2. Avaliação no allmusic