Salif Keïta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Salif Keita)
Salif Keïta
Informação geral
Também conhecido(a) como Golden Voice of Africa
(A Voz de Ouro da África)
Nascimento 25 de agosto de 1949 (71 anos)
Local de nascimento Djoliba, Mali
Nacionalidade Mali maliano
Gênero(s) Afro pop, world
Ocupação(ões) Cantor, compositor
Instrumento(s) Violão, corá
Período em atividade 1984 - presente
Gravadora(s) Universal Jazz (2002-2005)
EmArcy (2009-atual)
Página oficial www.salifkeita.net

Salif Keïta (Djoliba, 25 de agosto de 1949) é um músico e cantor de Mali, conhecido como A voz de Ouro da África.

Apesar do talento, Salif Keita não deveria ser um cantor, por não pertencer a uma família Griot. Além disso, por um bom tempo, foi ostracizado devido ao seu albinismo, um sinal de azar na cultura Mandinka[1].

Sua música é uma mistura de estilos tradicionais da África Ocidental, Europa e América, mantendo, no entanto, elementos de música islâmica. Entre os instrumentos musicais mais utilizados por Salif Keita incluem-se balafons, Djembês, guitarras, corás, órgãos, saxofones, e sintetizadores.

Keita nasceu em Djoliba. Ele abandonou Djoliba e foi viver em Bamako em 1967 para se juntar a banda Super Rail Band de Bamako. Em 1973, Salif Keita juntou-se a banda Les Ambassadeurs. Keita e Les Ambassadeurs fugiram da instabilidade política do país, em meados de 70, para Abidjan, Costa do Marfim mudando o nome da banda para Les Ambassadeurs Internationales. Esta banda ganhou reputação internacional na década de 70 e em 1977 Keita recebeu o prêmio National Order do presidente da Guiné, Sékou Touré. Keita mudou-se para Paris em 1984 com o objetivo de prosseguir a sua carreira.

Há uma menção a Keita na música do compositor Chico Cesar, interpretada por Daniela Mercury "A primeira vista", no verso:

"Quando chegou carta abri

Quando ouvi Salif Keita dancei

Quando o olho brilhou, entendi

Quando criei asas, voei"

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Emimusicpub.com Perfil de Salif Keita» (em inglês). Consultado em 4 de dezembro de 2007. Arquivado do original em 24 de março de 2006 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]