Salijan Sharipov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Salizhan Sharipov)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Salijan Sharipov

Cosmonauta da AER
Nacionalidade Rússia russo
Nascimento 24 de agosto de 1964 (54 anos)
Uzgen, ex-URSS
hoje Quirguistão
Outras ocupações Piloto da Força Aérea
Tempo no espaço 201 d 14 h 50 min
Seleção 1990
Missões STS-89, Soyuz TMA-5, Expedição 10
Insígnia da missão Insígnia STS-89 Insígnia Soyuz TMA-5 Insígnia Expedição 10
O astronauta Leroy Chiao (esq) e Salijan Sharipov serviram na Expedição 10 da Estação Espacial Internacional.

Salijan Shakirovich Sharipov (em russo: Салижан Шакирович Шарипов) (Uzgen, 24 de agosto de 1964) é um ex-cosmonauta de dupla nacionalidade quirguiz-russo. Sharipov reformou-se em 2008.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Graduado na Escola de Pilotos da Força Aérea Soviética em 1987. Em 1994 graduou-se em Cartografia na Universidade Estatal de Moscou.

Salijan é casado com Nadejda Mavlyanovna Sharipova e tem um casal de filhos. Gosta de futebol e leitura. Seu pai, Shakirjan Sharipov, reside em sua cidade natal.

Experiência[editar | editar código-fonte]

Após graduar na Escola de Pilotos da Força Aérea Soviética em 1987 trabalhou como instrutor de pilotos e instruiu oito cadetes. Tem 950 horas de voo e experiência voando em aeronaves MiG-21 e L-39.

Selecionado pelo Centro de Treinamento de Cosmonautas Yuri Gagarin (GCTC), Sharipov se tornou candidato a cosmonauta em 1990. Em 1992 completou o treinamento geral e tornou-se cosmonauta. Como membro do grupo de cosmonautas, completou o curso completo para missões à estação espacial MIR para a função de comandante.

Sharipov tem mais de 211 horas no espaço.

Serviu como especialista de missão na tripulação da missão STS-89 (22-31 de Janeiro–1998), a oitava missão ônibus espacial-Mir onde a tripulação transferiu mais de 3,5 toneladas de equipamentos científico e de logística, além de água do ônibus espacial Endeavour para a estação espacial Mir. Essa missão foi a quinta e última onde ocorreu troca de tripulante americano na MIR (entregou Andy Thomas e retornou David Wolf). A missão durou 8 dias, 19 horas e 47 segundos, viajando 5,8 milhões de quilômetros em 138 órbitas ao redor da Terra.

Sharipov também serviu como engenheiro de voo da Expedição 10 na Estação Espacial Internacional.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]