Sansevieria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Como ler uma infocaixa de taxonomiaSansevieria
língua-de-sogra, cauda-de-lagarto
Sansevieria trifasciata (detalhe das folhas).
Sansevieria trifasciata (detalhe das folhas).
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Subclasse: Liliidae
Ordem: Asparagales
Família: Asparagaceae
Subfamília: Nolinoideae
Género: Sansevieria
Thunb.
Espécies
  • Ver texto.
Sinónimos

Sansevieria é um género de plantas herbáceas, perenes e rizomatosas pertencente à família Asparagaceae, nativo da África e Ásia, que inclui cerca de 130 espécies, algumas das quais utilizadas como plantas ornamentais de interior.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Embora na sua presente circunscrição taxonómica o género pertença à família Asparagaceae, anteriormente esteve colocado na família Ruscaceae e tradicionalmente era incluído dentro de uma definição ampla da família Liliaceae.

As 130 espécies que estão incluídas no género são originárias de África e da Ásia, incluindo algumas que são comercializadas como planta ornamental sob os nomes comuns de espada-de-são-jorge, planta-de-serpente, cauda-de-lagarto e língua-de-sogra. Os nomes comuns são uma alusão às suas folhas estreitas, duras e aguçadas no ápice.

Na realidade são plantas acaules, rizomatosas, de folhas em rosetas, carnosas, planas, côncavas ou cilíndricas.

As flores são actinomorfas e bissexuais, pequenas, dispostas em racemos, panículas, espigas ou fascículos, com os pedúnculos articulados.

O perigónio é composto por 6 tépalas, unidas na base, formando um tubo cilíndrico. O androceu é formado por 6 estames, inseridos no tubo do perigónio, com os filamentos filiformes e as anteras dorsifixas.[2]

O ovário é trilocular, com os lóculos uniovulados. O estilo é filiforme e o estigma capitado. O fruto é uma baga.[3]

Os números cromossómicos citados para distintas espécies do género são 2n= 40, 60, 80 e 120.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome genérico deveria ser "Sanseverinia" posto que o seu proponente, Vincenzo Petagna, de Nápoles, pretendia homenagear Pietro Antonio Sanseverino, duque de Chiaromonte e fundador de um jardim de plantas exóticas no sul de Itália. Contudo, o botânico sueco Thunberg, que publicou a descrição, adoptou a denominação Sansevieria, em honra do militar, inventor e erudito napolitano Raimondo di Sangro (1710-1771), sétimo príncipe de Sansevero.[2]

Usos[editar | editar código-fonte]

Várias espécies e variedades são cultivadas como planta de interior, ou exterior no caso do clima ser suficientemente benigno.

A espécie mais conhecida e cultivada como planta de interior, muito adaptável a ambientes com atmosfera seca e aquecida, luz pobre, falta de rega ou de transplantes, é Sansevieria trifasciata, com 3 variedades:

  • Sansevieria trifasciata var. 'Laurentii'
  • Sansevieria trifasciata var. 'Hahnii'
  • Sansevieria trifasciata var. 'Variegata'

Esta adaptabilidade torna-a própria para aficionados com pouco tempo e para decorar lugares públicos.[4]

Notas

  1. Sinónimos em Kew
  2. a b Sánchez de Lorenzo Cáceres, J.M. 2006. Las especies del género Sansevieria cultivadas en España. [1].
  3. Dimitri, M. 1987. Enciclopedia Argentina de Agricultura y Jardinería. Tomo I. Descripción de plantas cultivadas. Editorial ACME S.A.C.I., Buenos Aires.
  4. Sanseviera, Espada de San Jorge, Lengua de suegra, Sansevera, Sansevieria - Sansevieria trifasciata 'Laurentii'

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sansevieria
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Sansevieria