Androceu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tulipa cortada, evidenciando o androceu, a estrutura de cor amarela

O androceu (do grego andros, homem, e oikos, casa) é o conjunto dos estames, órgãos reprodutores masculinos de uma flor, com a função de produzir pólen (microsporofilos). Cada estame é uma folha modificada especificamente para a função reprodutiva.[1]

O androceu, junto com o gineceu (órgão reprodutor feminino, também conhecido como pistilo), formam os verticilos reprodutores de uma flor. Além do androceu e do gineceu, a flor é constituída por pedúnculo, receptáculo, sépalas e pétalas.

No androceu, os órgãos sexuais masculinos passam por um processo de formação de esporos, os grãos de pólen, conhecido como microsporogênese ou gametogênese masculina. Este processo ocorre com as células da parede interna da antera, que possui as células-mãe do pólen.

Ícone de esboço Este artigo sobre Botânica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. AMABIS e MARTHO, JOSÉ e GILBERTO (2006). Fundamentos da Biologia Moderna. SP, Brasil: MODERNA. p. 312. 839 páginas. ISBN 85-16-05269-9