Sea Launch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lançamento do satélite Sicral 1B com foguete Zenit-3SL na plataforma Odyssey, da Sea Launch.

Sea Launch é um serviço de lançamento de foguetes espaciais que usa uma plataforma marítima, a Odyssey, e que é especializada em foguetes Zenit 3SL. Foram lançados 36 foguetes, com três fracassos e uma falha parcial.

O sistema de lançamento baseada no mar significa que os foguetes podem ser disparados a partir da posição ideal na superfície da Terra, aumentando consideravelmente a capacidade de carga útil e reduzindo os custos de lançamento[1] comparado a sistemas baseados em terra.

A Sea Launch foi criada em 1995 como um consórcio de quatro empresas de Noruega, Rússia, Ucrânia e Estados Unidos, administrado pela Boeing com a participação dos demais acionistas.[2][3] O primeiro foguete foi lançado em março de 1999.

Todos os carregamentos comerciais foram de satélites de comunicação destinados à órbita de transferência geoestacionária com clientes como a EchoStar, DirecTV, XM Satellite Radio, e PanAmSat.

O lançador e sua carga útil são montados em um navio, construídos para a Sea Launch Commander em Long Beach, Califórnia, EUA. Em seguida, é posicionada no topo da plataforma auto-propulsionado Ocean Odyssey e se mudou para o Oceano Pacífico equatorial para o lançamento, com o Sea Launch Commander servindo como centro de comando.

Lançamentos[editar | editar código-fonte]

Plataforma Odyssey, em Sea Launch

O primeiro satélite para demonstração foi lançado em 27 de março de 1999, e o primeiro satélite comercial em 9 de outubro do mesmo ano. A Sea Launch já lançou 29 foguetes com 26 sucessos e 1 sucesso parcial em setembro de 2008. A primeira falha, de um satélite de comunicação da Hughes pertencente à ICO Global Communications, ocorreu no segundo lançamento comercial em 12 de março de 2000 e foi atribuída a um erro de software que falhou ao fechar uma válvula na segunda fase do foguete.

Data Carga Massa Resultado Número
27 de março de 1999 DemoSat 4,5 t Sucesso 1
9 de outubro de 1999 DirecTV-1R 3,5 t Sucesso 2
12 de março de 2000 ICO F1 2,7 t Falhou 3
28 de julho de 2000 PAS-9 3,7 t Sucesso 4
20 de outubro de 2000 Thuraya 1 5,1 t Sucesso 5
18 de março de 2001 XM-2 ROCK 4,7 t Sucesso 6
8 de maio de 2001 XM-1 ROLL 4,7 t Sucesso 7
15 de junho de 2002 Galaxy IIIC 4,9 t Sucesso 8
10 de junho de 2003 Thuraya 2 5,2 t Sucesso 9
7 de agosto de 2003 EchoStar IX/Telstar 13 4,7 t Sucesso 10
30 de setembro de 2003 Galaxy XIII/Horizons 1 4,1 t Sucesso 11
10 de janeiro de 2004 Telstar 14/Estrela do Sul 1 4,7 t Sucesso 12
4 de maio de 2004 DirecTV-7S 5,5 t Sucesso 13
28 de junho de 2004 Telstar 18 4,8 t Anomalia no lançamento 14
1 de março de 2005 XM-3 4,7 t Sucesso 15
26 de abril de 2005 Spaceway 1 6,0 t Sucesso 16
23 de junho de 2005 Intelsat Americas 8 5,5 t Sucesso 17
8 de novembro de 2005 Inmarsat-4 F2 6,0 t Sucesso 18
15 de fevereiro de 2006 EchoStar X 4,3 t Sucesso 19
12 de abril de 2006 JCSAT-9 4,4 t Sucesso 20
18 de junho de 2006 Galaxy 16 5,1 t Sucesso 21
22 de agosto de 2006 Koreasat 5 4,9 t Sucesso 22
30 de outubro de 2006 XM-4 4,7 t Sucesso 23
30 de janeiro de 2007 NSS-8 5,9 t Falhou 24
15 de janeiro de 2008 Thuraya 3 5,2 t Sucesso 25
19 de março de 2008 DirecTV-11 5,9 t Sucesso 26
21 de maio de 2008 Galaxy 18 4,6 t Sucesso 27
16 de julho de 2008 EchoStar XI 5,5 t Sucesso[4] 28
24 de setembro de 2008 Galaxy 19 4,7 t Sucesso[5] 29
20 de abril de 2009 SICRAL 1B 3,0 t Sucesso[6] 30
24 de setembro de 2011 Atlantic Bird 7 4,6 t Sucesso 31
31 de maio de 2012 Intelsat 19 5,6 t Sucesso[7] 32
19 de agosto de 2012 Intelsat 21 5,9 t Sucesso 33
3 de dezembro de 2012 Eutelsat 70B 5,2 t Sucesso 34
3 de fevereiro de 2013 Intelsat 27 6,2 t Falhou 35
26 de maio de 2014 Eutelsat 3B 6,0 t Sucesso 36

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]