Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil
STBSB
Fundação 1907
Tipo de instituição Privada
Localização Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Reitor(a) Prof. Ms. Luiz Alberto Teixeira Sayão[1]
Página oficial https://seminariodosul.com.br/

O Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, também conhecido como Seminário do Sul ou pela sigla STBSB, é um seminário evangélico batista situado na cidade do Rio de Janeiro e tem uma das páginas mais densas da história dos batistas brasileiros.

Boa parte do ministério batista foi formado em suas salas, uma vez que esta casa já entregou à denominação, desde 1916, quando graduou seus primeiros cinco alunos, mais de 3.000 diplomados em Teologia, em Música Sacra, em Educação Cristã e em Pedagogia.

Por seus bancos e por suas cátedras passaram notáveis nomes. Nas estantes de suas bibliotecas encontra-se parte da melhor bibliografia brasileira teológica contemporânea. Nos seus arquivos estão manuscritos, documentos, objetos e fotografias indispensáveis à produção de uma história do movimento evangélico neste país.

O corpo docente tem sido constituído, através dos tempos, na sua maioria, de professores mestres e doutores.

Hoje o seminário é administrado pelo conselho diretor e tem como executivo o prof. ms. Luiz Alberto Teixeira Sayão, diretor geral, desde março de 2013.

História[editar | editar código-fonte]

O Seminário do Sul.

Em 1891, chegou ao Rio de Janeiro o missionário ianque Z. C. Taylor. Enquanto pastor da Primeira Igreja Batista do Rio de Janeiro, dirigia, também, um pequeno seminário na sua própria residência. Foi assim que vários dos primeiros pastores das igrejas batistas do Brasil receberam a formação teológica.

Em 1907, na cidade de Salvador, durante a primeira assembléia da Convenção Batista Brasileira, decidiu-se pela criação do Colégio Batista na cidade do Rio de Janeiro, tendo como presidente o missionário dr. J. W. Shepard. Já na estrutura inicial do colégio existia um departamento teológico, que no ano seguinte, 1908, receberia o título de Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil[2].

Em 1936, o seminário tornou-se independente do Colégio Batista, numa sede própria com área total de cerca de 66.000m².

Em 1962, o Seminário do Sul criou o curso de Música Sacra e em 1994, implantou o curso de Educação Cristã, que em 1999 transformou-se na Faculdade de Ciências da Educação, a qual, atualmente, é nomeada de Faculdade Batista do Rio de Janeiro.

Até o presente momento, a instituição emitiu mais de 3.000 diplomas para vocacionados que vêm exercendo ministérios diversificados em todo o território brasileiro e em vários países dos cinco continentes.

Referências

  1. «105 anos do STBSB e posse do pr. Luiz Sayão» (PDF). O Jornal Batista. 13. 2013. Consultado em 5 de agosto de 2013 
  2. Convenção Batista Brasileira. «Educação». Consultado em 1º de outubro de 2012 

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]