Sofá Chesterfield

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Sofá Chesterfield
Chesterfield Buckingham sofa.jpg

Sofá Chesterfield em couro

Tipo
Fabricação
Origem
Utilização
Uso

Um sofá Chesterfield é um tipo de sofá com braços enrolados na mesma altura do encosto e normalmente apresenta estofado abotoado sendo feito de couro ou tecido. Também pode ser adaptado como uma poltrona.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Origem[editar | editar código-fonte]

Acredita-se que o primeiro sofá Chesterfield foi encomendado por Philip Stanhope, 4ª conde de Chesterfield e por isso leva seu nome. O conde queria um lugar para um cavalheiro se sentar sem amarrotar seu traje, por isso, ele teria pedido a um artesão local para fazer um sofá que seria o precursor do sofá Chesterfield. Em seu leito de morte, Philip Stanhope passou o mobiliário para seu afilhado, Solomon Dayrolles que era um admirador da peça. Solomon levou o sofá para sua residência, onde era admirado por muitos convidados que teriam criado suas próprias versões baseadas no original. Foi assim que o Chesterfield teria se popularizado nas classes aristocráticas britânicas.[2]

Era Vitoriana[editar | editar código-fonte]

Poltrona estilo Chesterfield com encosto elevado.

Durante a era vitoriana, esse tipo de sofá era uma escolha popular entre em clubes e residências luxuosas na Inglaterra. Os Chesterfield clássicos eram feitos de materiais luxuosos como couro ou veludo e eram recheados com crina de cavalo e seus tachos eram martelados manualmente.[3] Eles não possuiam sistema de suspensão, então os assentos eram rígidos e o abotoamento era mais resistente.[2]

Durante a segunda metade do século XIX, o fundador da psicanálise, Sigmund Freud chegou a usar um sofá Chesterfield em sua clínica.[4] Outros psicanalistas colegas de Freud também possuíam a peça em suas clínicas.[2]

Popularização[editar | editar código-fonte]

Durante a expansão do Império Britânico, os ingleses levavam consigo seu estilo de vida para a colônia, isso incluía até mesmo móveis ao estilo inglês. Por isso, o sofá se popularizou em países como Canadá, Índia e Austrália. No Canadá, o seu uso era tão disseminado que o termo Chesterfield era usado para descrever qualquer tipo de sofá.[2]

Referências

  1. «A História do Sofá Chesterfield». 20 de março de 2017. Consultado em 10 de abril de 2021 
  2. a b c d «A history of the Chesterfield sofa: A British design classic | Timeless Chesterfields». www.timelesschesterfields.com. Consultado em 10 de abril de 2021 
  3. «The History of the Chesterfield Sofa». Chesterfields Direct (em inglês). Consultado em 10 de abril de 2021 
  4. «Sofá Chesterfield: um Móvel Icônico | WESTWING». Westwing.com.br. 12 de janeiro de 2016. Consultado em 10 de abril de 2021