Sojourn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Sojourn"
8.º episódio da 8.ª temporada de American Horror Story
Informação geral
Direção Bradley Buecker
Escrito por Josh Green
Código de produção 8ATS08
Duração 38 minutos
Transmissão original 31 de outubro de 2018 (2018-10-31)
Convidados
Cronologia
"Traitor"

"Sojourn" é o oitavo episódio da oitava temporada de série de televisão antológica American Horror Story. Escrito por Josh Green e dirigido por Bradley Buecker, sua transmissão original ocorreu em 31 de outubro de 2018 na FX.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Michael chega ao local onde ocorreu a execução de Ariel, Baldwin e Mead e usa suas habilidades para identificar os corpos. Michael é então confrontado por Cordelia, que lhe diz que ela escondeu a alma de Mead para que Michael não possa recuperá-la do inferno, mas também insiste que ainda há bondade nele. Michael a dispensa, ameaçando matar todas as bruxas. Nos bosques dos arredores, um Michael perdido embarca em uma jornada para contatar seu "pai". Quatro dias depois, ele é confrontado por sua consciência, devido à desidratação, e vê imagens de figuras celestiais (crianças com alimentos e bebidas, um anjo, Anton LaVey e Mead). Uma cabra preta aparece; Michael a mata e cobras saem da garganta do animal.

Michael retorna para a cidade. Aventurando-se por um beco, ele encontra um emblema satânico. Ele se depara com um segurança que observa o estado fatigado e enfraquecido de Michael e o deixa entrar nas câmaras subterrâneas. Lá, uma Alta Sacerdotisa de uma congregação satânica, Hannah, repreende seus companheiros de adoração, acreditando que o pecado suficiente encorajará a chegada do Anticristo. Michael conhece uma mulher chamada Madeline, que o leva para casa com ela para ele se recuperar. Na casa de Madeline, Michael ouve a visão distorcida de Madeline sobre o satanismo, que lhe diz que ela tem tudo o que quer porque vendeu sua alma a Satanás. Michael zomba dela por seu pontos de vista e ela tenta matá-lo. Michael lhe mostra a marca da besta em sua nuca, provando ser o Anticristo. De volta à congregação, Hannah apresenta duas pessoas para o sacrifício e permite que um novo membro, Phil, faça as honras. Madeline interrompe e apresenta Michael para o hecatombe, que confirma sua identidade e a congregação o louva. Ele então mata as duas pessoas oferecidas para o sacrifício sem misericórdia.

A congregação oferece um jantar para Michael, que fica visivelmente descontente com o espanto das pessoas. Madeline oferece seus serviços para ele, mas Michael diz a ela que ele só deseja a ressurreição de Mead. Madeline leva Michael para uma empresa de robótica dirigida por dois satanistas, Jeff e Mutt; Wilhemina Venable é revelada como sendo a assistente deles. Michael é ridicularizado por Jeff e Mutt por não ser intimidante, até que ele usa seus poderes para imolar uma prostituta. Jeff e Mutt se prestam a servir Michael, que os comanda a recriar Mead. Eles começam sua construção e apresentam o produto final a Michael, avisando-o das probabilidades do perigo do robô. Eles a acordam e ela imediatamente reconhece Michael, dizendo-lhe como ela sente falta dele.

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Audiência[editar | editar código-fonte]

"Sojourn" foi assistido por 1.63 milhões de pessoas durante a sua transmissão original e ganhou uma quota de 0,7% entre os adultos com idades entre os 18 e os 49 anos.[2]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

"Sojourn" recebeu comentários mistos. No agregador de avaliações Rotten Tomatoes, o episódio detém uma taxa de aprovação de 53%, com base em 15 avaliações com uma classificação média de 8,0/10. O consenso diz: "'Sojourn' se salva de ser um episódio de ponte completamente confuso graças a um novo foco na tristeza existencial do filho de Satanás e a um monólogo irresistível de Sandra Bernhardt".[3]

Escrevendo para o Den of Geek, Ron Hogan deu ao episódio 3 de 5 estrelas, afirmando: "A viagem de Michael de volta aos braços da Igreja de Satã é uma das coisas mais engraçadas que eu já vi em American Horror Story. Na verdadeira forma satânica, a reunião do rebanho de cabras de Satanás é essencialmente um escárnio de um culto padrão da igreja, com uma placa de oferendas sendo passada e um sermão sendo entregue pela Alta Sacerdotisa (uma realmente engraçada Sandra Bernhard)". Ele adicionou: "Bradley Buecker faz um bom trabalho em obter uma sensação de cansaço dos atores. [...] ninguém parece estar se divertindo muito com o que estão fazendo até que tenham a chance de se mostrar para outra pessoa. Caso contrário, eles estão claramente entediados e tentando se manter ocupados o suficiente para não receberem reclamações".[4]

Kat Rosenfield da Entertainment Weekly deu ao episódio um B+. Ela mencionou que algumas cenas eram muito confusas, especialmente aquela em que Michael experimenta alucinações e aquela em que os satanistas tentam agradá-lo com comida. No entanto, ela apreciou que o episódio deu finalmente algumas explicações sobre os eventos pós-apocalípticos dos três primeiros episódios da temporada. Ela gostou particularmente da aparição de Venable e da "verdadeira história de origem do Robot Mead". No geral, ela comentou que era "um extrovertido e extravagante de AHS: Apocalypse", e que ela era uma grande fã da aparência e performance de Sandra Bernhard.[5]

Ziwe Fumudoh, do Vulture, classificou um episódio com o número quatro. Assim como Rosenfield, ela não entendeu a cena em que Michael experimenta alucinações, chamando-a de "viagem acidíssima". Ela também ficou confusa com a atitude de Michael durante o episódio, mas admitiu que "eu entendo que às vezes a depressão faz as pessoas não agirem como elas mesmas, mesmo quando esse" eu "é a prole de Satanás". No entanto, ela ficou extremamente satisfeita com o retorno de Venable, dizendo que "A melhor parte do American Horror Story é ver Sarah Paulson em 19 diferentes perucas nesta temporada". Ela também gostou do final, já que estava "preparando a cena para o enredo de Apocalypse e completar o ciclo".[6]

Referências

  1. «American Horror Story: Episode Guide». Zap2it. Consultado em 4 de novembro de 2018. Arquivado do original em 9 de setembro de 2018 
  2. Metcalf, Mitch (1 de novembro de 2018). «Updated: ShowBuzzDaily's Top 150 Wednesday Cable Originals & Network Finals: 10.31.2018». Showbuzz Daily. Consultado em 4 de novembro de 2018 
  3. «American Horror Story: Apocalypse - Sojourn». Rotten Tomatoes. Consultado em 4 de novembro de 2018 
  4. Hogan, Ron (1 de novembro de 2018). «American Horror Story Season 8 Episode 8 Review: Sojourn». Den of Geek. Consultado em 4 de novembro de 2018 
  5. Rosenfield, Kat (1 de novembro de 2018). «American Horror Story: Apocalypse recap: Does the Antichrist like turkey meatballs?». Entertainment Weekly. Consultado em 4 de novembro de 2018 
  6. Fumudoh, Ziwe (1 de novembro de 2018). «American Horror Story: Apocalypse Recap: Are You There Satan? It's Me, Michael». Vulture. Consultado em 4 de novembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]