Taverny

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Taverny
  Comuna francesa França  
A igreja Notre-Dame.
A igreja Notre-Dame.
Símbolos
Brasão de armas de Taverny
Brasão de armas
Gentílico Tabernaciens
Localização
Taverny está localizado em: França
Taverny
Localização de Taverny na França
Coordenadas 49° 02' N 2° 13' E
País  França
Região Blason France moderne.svg Ilha de França
Departamento Blason département fr Val-d'Oise.svg Val-d'Oise
Administração
Prefeito Florence Portelli (LR)
Características geográficas
Área total 10,48 km²
População total (2018) [1] 26 765 hab.
Densidade 2 553,9 hab./km²
Altitude máxima 188 m
Altitude mínima 55 m
Código Postal 95150
Código INSEE 95607
Sítio http://www.ville-taverny.fr

Taverny é uma comuna francesa situada no departamento de Val-d'Oise na região da Ilha de França. Seus habitantes são chamados Tabernacien(ne)s.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Taverny na carta de estado-maior.

Taverny está localizada no Vale de Montmorency, 20 km a noroeste de Paris, na borda da Floresta de Montmorency. A metade sul de seu território em grande parte a área urbanizada ocupa o Vale de Montmorency entre 55 e 90 metros de altitude, enquanto que a metade setentrional do território é ocupada principalmente pelo maciço florestal, situado em uma colina-testemunha em altitudes de 90 a 188 metros de altitude. O território conta de uma pequena parte ainda rural ao noroeste.

Taverny é limítrofe de: Villiers-Adam e Béthemont-la-Forêt ao norte, Saint-Leu-la-Forêt e Le Plessis-Bouchard, a leste, Franconville, e Beauchamp, ao sul, Pierrelaye, Bessancourt e Frépillon a oeste.

Transportes e comunicações[editar | editar código-fonte]

Rede de estradas[editar | editar código-fonte]

A115 na direção da N 184 (Francilienne) ramos da A15 , em nível de Franconville e passa por Taverny pela saída número 4.

Transporte ferroviário[editar | editar código-fonte]

A cidade é servida pelas estações de Vaucelles e Taverny da linha Paris - Persan - Beaumont via Ermont - Eaubonne (Transilien H).

Toponímia[editar | editar código-fonte]

Taberniacum no século VIII,[2] Taberonacus, Taverniacum e Taverneium em 754.[3]

A origem antiga de seu nome seria o latim tabernae (tavernas, lojas, cabanas...).

História[editar | editar código-fonte]

Se a comuna de Taverny e seus entornos parecem ter sido ocupados durante a Pré-história, as escavações arqueológicas realizadas no sítio do Haut-Tertre, na borda da floresta de Montmorency têm descoberto fortificações datando da idade do bronze.[4] Esta fortificação longa de a 300 metros pode ter servido de praça forte, cerca de 1 000 anos mais tarde, pela tribo gaulesa dos Parisii estabelecidos na região.[5][6]

O nome galo-romano de Taverny é Taberniacum.

Groupe d'enfants rescapés de Buchenwald, encadrés par des soldats américains, soignés au Château de Vaucelles qui avait été transformé en hôpital. Texte historique très détaillé sur Commons
Crianças sobreviventes de Buchenwald, château de Vaucelles.

Em 754, a carta de Pepino o Breve no fato de a propriedade da Abadia de Saint-Denis.

Um decreto de 16 de junho de 1806 reúne a comuna de Taverny com a de Claire-Fontaine cy-devant Saint-Leu que se torna Saint-Leu-Taverny. Taverny desaparece em seguida como comuna.

Em 1815, grandes pedreiras de gesso são colocadas em exploração em Taverny e Bessancourt.

Em outubro de 1915, Saint-Leu-Taverny é dividida em Saint-Leu-la-Forêt e Taverny. Taverny reaparece como uma comuna.

Por causa de sua posição estratégica (incluindo os arredores da ferrovia) e de sua superfície, esses locais foram utilizados pelos Alemães (1941-1944), que aí armazenaram munições, para estabelecer aí o centro da defesa aérea da Luftwaffe e torná-lo uma oficina de montagem dos mísseis V1 e V2. Em 1943-44, o château de Vaucelles,[7] o château du Haut-Tertre[8] e o castelo Jaeger, confiscados de seus antigos donos, os judeus, tornou-se centros de formação de Milícia e da Selbstschutzpolizei por iniciativa de Hermann Bickler, formando agentes subversivos e espiões para se infiltrar em redes de resistência e que formou um total de cerca de 5 000 "estagiários"[9]. Em 1946, a força aérea usa para virar carreiras. No final da Segunda Guerra Mundial, o château de Vaucelles, foi transformado em hospital militar pelo exército americano. Acolhendo o fim da guerra as crianças sobreviventes dos campos de concentração de Buchenwald, ele é atualmente renomeado "Maison d'enfants Elie-Wiesel".[10]

Em 1957, o Centro de operações de defesa aérea se instala na Base aérea de Taverny, seguido em 1961 do Comando Aéreo das forças de defesa aérea e em 1963 do Comando das forças aéreas estratégicas. A Base aérea chamada des "Frères Mahé" fechou em 2011.

Geminação[editar | editar código-fonte]

Lugares e monumentos[editar | editar código-fonte]

Monumento Histórico[editar | editar código-fonte]

Notre-Dame de l'Assomption à Taverny, vue latérale avec à droite, le porche principal (porte du roi Jean), séparé du clocher par une rosace en vitrail ; à gauche, série de quatre vitraux en ogive, avec remplages de pierre très travaillés. Au-dessous, bas-côtés avec série de trois vitraux en ogive. Sous le second emplacement à partir de la gauche, porte secondaire d'entrée, surmontée d'un petit vitrail en œil-de-bœuf. On distingue très nettement les contreforts.
Igreja Notre-Dame de l'Assomption.

Taverny tem apenas um monumento histórico em seu território.

  • Igreja Notre-Dame (classificada monumento histórico pela lista de 1846[11]), igreja gótica.

Outros elementos do patrimônio[editar | editar código-fonte]

Château de la Tuyolle.
Pont du Diable : pont de pierre piétonnier recouvert de lierre, au-dessus d'un autre sentier piétonnier en forêt de Montmorency
Le pont du Diable, floresta de Montmorency.
  • Antigo priorado, do século XVII ;
  • Château de Vaucelles, do início do século XIX ;
  • Castelo do Tuyolle, de 1860 ;
  • Château du Haut-Tertre, 1905 ;
  • Capela chamada de Ecce Homo ;
  • Capela de Rohan-Chabot, 9 rue Jean-XXIII, da segunda metade do século XIX ;
  • Templo Protestante, de 1921 ;
  • Chapelle Notre-Dame-des-Champs, de 1935 ;
  • Estação de Taverny, de 1923 ;
  • École de la Plaine, de 1929 ;
  • Fontaine Boulmet, de 1822 ;
  • Fontaine, place de Vaucelle, do final do século XIX ;
  • Monumento aos mortos no cemitério, de 1922 ;
  • Túmulo de Benjamim Godard, no cemitério ;
  • Uma cava galo-romana foi descoberta no canteiro de obras da autoestrada A115. Um desenvolvimento de fora a apresenta aos transeuntes na passarela de pedestres na borda do bairro Mermoz. Escavações recentes no "Haut-Tertre", que comprovam a presença humana datam de mais de 1 000 anos antes de Cristo.
  • Pont du Diable, na floresta de Montmorency, do século XVI, deveria dar acesso a uma habitação nunca construída.

Personalidades ligadas à comuna[editar | editar código-fonte]

  • Benjamin Godard (1849-1895), grande compositor do século XIX (busto na Opéra comique em Paris) ;
  • Constantin Pecqueur (1801-1887), economista e teórico do socialismo ;
  • Família de Montmorency ;
  • Pierick Houdy, músico e compositor de origem bretã ;
  • Alice Dona, cantora, compositora de variedade francesa, escritora ;
  • Mikael Madeg, escritor bretão bilíngue ;
  • Adlène Guedioura, jogador de futebol profissional ;
  • Senhora Ashburton, um benfeitor inglês ;
  • Michel Sénéchal, tenor.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Populations légales 2018. Recensement de la population Régions, départements, arrondissements, cantons et communes». www.insee.fr (em francês). INSEE. 28 de dezembro de 2020. Consultado em 13 de abril de 2021 
  2. Stéphane Gendron, La toponymie des voies romaines et médiévales, page 103.
  3. Hippolyte Cocheris, Anciens noms des communes de Seine-et-Oise, 1874, ouvrage mis en ligne par le Corpus Etampois.
  4. «Fouilles archéologiques à Taverny». Consultado em 27 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 5 de junho de 2012 
  5. «L'histoire de Taverny». Consultado em 27 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 15 de novembro de 2008 
  6. «Taverny : De l'âge du bronze à l'époque gauloise». Consultado em 27 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 8 de janeiro de 2011 
  7. «Cópia arquivada». Consultado em 27 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 29 de novembro de 2010 
  8. «Cópia arquivada». Consultado em 27 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 30 de setembro de 2009 
  9. Georges Cadiou, "L'Hermine et la Croix gammée", Mango Document, 2001, [ (ISBN 2-914353-065)]
  10. OSE- Maison d’enfants Elie Wiesel[ligação inativa] Site oficial de Taverny
  11. Mérimée PA00080211, Ministère français de la Culture. (fr).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]