Terapia hormonal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A seringa é um dos meios usados na hormonoterapia

A terapia hormonal, hormonoterapia ou endocrinoterapia baseia-se no princípio de administração ou subtração de hormônios para vários fins, como terapia de masculinização, feminilização, tratamento de câncer por meio da quimioterapia, supressão androgênica, entre outros.[1] A hormonoterapia pode ser classificada, segundo o seu modo de atuação, como ablativa, aditiva, competitiva e inibitória.[2][3]

Referências

  1. Mario Maggi (2012). Hormonal Therapy for Male Sexual Dysfunction. [S.l.]: John Wiley & Sons. 132 páginas. ISBN 9780470657607 
  2. Javier García-Conde (2000). Oncología clínica básica. [S.l.]: Arán Ediciones (México). 754 páginas. ISBN 9788486725600 
  3. Lee Goldman; Andrew I. Schafer (2014). Goldman Cecil Medicina. [S.l.]: Elsevier Brasil. 3264 páginas. ISBN 9788535269765 
Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.