Terror Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em geral, o termo Terror Branco se refere a atos de violência executados por grupos reacionários (geralmente monarquista ou conservador) como parte de uma contrarrevolução.[1]

Na história da França, Terror Branco é uma expressão que indica - em oposição ao Terror dos montanheses - os massacres cometidos por monarquistas extremistas em períodos distintos: em 1795 contra os republicanos e especialmente os jacobinos, e, em 1815, após a queda definitiva de Napoleão I, contra os republicanos, liberais e bonapartistas.

Em particular, durante o século XX, em diversos países o termo Terror Branco foi aplicado a atos de violência contra socialistas e comunistas reais ou suspeitos:[1]

Referências

  1. a b White Terror - Oxford University Press
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.