Thaumetopoea pityocampa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Como ler uma infocaixa de taxonomiaThaumetopoea pityocampa
Moth September 2008-3.jpg
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Lepidoptera
Família: Notodontidae
Género: Thaumetopoea
Espécie: T. pityocampa
Nome binomial
Thaumetopoea pityocampa
(Denis & Schiffermüller, 1775)

Thaumetopoea pityocampa é uma espécie de insetos lepidópteros, mais especificamente de traças, pertencente à família Notodontidae. É conhecida pelo nome lagarta-do-pinheiro ou lagarta-processionária-do-pinheiro. É uma das espécies mais destrutivas em pinhais da Ásia Central, Norte de África e países do sul da Europa, incluído Portugal.

Os pelos urticantes da lagarta causam reações prejudiciais em humanos e outros mamíferos.

A espécie tem como peculiaridade a formação de grandes filas índias de indivíduos de aí o nome de processionária.

A autoridade científica da espécie é Denis & Schiffermüller, tendo sido descrita no ano de 1775.

Ciclo vital[editar | editar código-fonte]

Embora a grande maioria das traças da processionária só vivam um ano, em grandes altitudes ou nas zonas mais a norte estas podem sobreviver durante mais de dois anos. As traças adultas depositam os ovos perto do topo dos pinheiros. Depois de eclodir, as larvas comem as agulhas dos pinheiros durante a progressão nas suas primeiras 5 etapas de desenvolvimento. Para poder manter condições de vida, criam "tendas" de seda durante o Inverno. A princípios de Abril, as lagartas saem dos ninhos nas procissões pelas quais a espécie é conhecida. Enterram-se no chão e emergem no fim do Verão. Em anos com Primaveras quentes o número de adultos produzidas são maiores.

Os ovos são postos em formas cilíndricas com tamanhos entre 4 e 5cm de comprimento. Os ovos estão cobertos de escamas e a sua forma imita os rebentos do pinheiro.

A larva é uma grande praga florestal que vive em comunidades dentro de grandes "tendas", normalmente em pinheiros mas ocasionalmente em cedros e Larix. Marcham durante a noite em fila índia para se alimentar das agulhas. É frequente a existência de mais de um ninho por árvore. Quando estão perto da fase de crisálida, as larvas marcham na sua forma tradicional até ao solo, donde se dispersam para formar crisálidas isoladas na superfície ou a pouca profundidade.

Lagartas em procissão

A crisálida costuma medir perto de 20 mm e são de um castanho amarelado que se vai convertendo num castanho avermelhado.

Como adulto, tem de forma predominante asas exsteriores de cor castanho claro com marcas castanhas. As asas interiores são brancas. As fêmeas têm uma envergadura superiores de 36 a 49 mm enquanto que os machos têm envergaduras de 31 a 39mm. Os adultos só vivem um dia e nele acasalam e põem ovos. A distancia de dispersão depende de quanto a fêmeas consigam voar durante a sua curta vida adulta. A sua distancia de viagem média é de 1,7 Km, com recordes observados de 10Km. A espécie voa de Maio a Julho.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre lepidópteros, integrado no Projeto Artrópodes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.