Portal:Zoologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Listas por tema · Glossários · Índice A-Z

Bem-vindo ao Portal de
Zoologia
Animalia diversity-2.jpgAnimaldiversity.jpgArthropoda.jpgAnimal diversity October 2007 for thumbnail.jpg
Cartella blu.jpg
P biology.svg
ver    

Zoologia (do grego: Ζώο, zoon "animal", e λόγος, -logos "estudo") é um ramo da biologia que estuda a estrutura, fisiologia, comportamento, evolução e classificação dos animais. Aristóteles é considerado o "pai da zoologia" por ter sido o primeiro a moldar um sistema que permitia classificar os animais de acordo características em comum. Raízes da disciplina também podem ser encontradas na Arábia e China. A zoologia científica nasceu no século 16 com o despertar de um novo espírito de exploração e observação, e também com o advento dos estudos de anatomia e fisiologia. Alemanha e Inglaterra foram os principais centros de desenvolvimento da zoologia moderna. Na atualidade, a zoologia apresenta várias subdivisões, como anatomia comparada, fisiologia animal, biologia molecular, etologia, paleontologia, taxonomia, sistemática, filogenia, cladística, biologia evolucionista, ecologia comportamental, biogeografia e filogeografia, além das áreas de estudos específicos como malacologia, entomologia, ictiologia, herpetologia, ornitologia e mastozoologia.

O reino Animalia (do latim: animus, "fôlego vital", "alma") foi descrito por Linnaeus em 1758 e constitui o principal grupo de interesse na zoologia. Compreende mas de 1,5 milhões de espécies descritas e continua crescendo a cada ano, com novas descobertas e também através de estudos mais apurados nas espécies já conhecidas. Informalmente os animais podem ser divididos em invertebrados e vertebrados. A classificação interna do reino é ainda controversa e disputada, com vários esquemas classificatórios. Tradicionalmente pode ser dividido em três subreinos: Parazoa, Mesozoa e Eumetazoa. Animais possuem várias características que os unem e também os separam de outros organismos, como fungos e plantas. São eucariontes, multicelulares e heterotróficos. Não possuem parede celular. Todos são móveis, nem que a mobilidade esteja presente em apenas uma fase da vida. E na maioria, o embrião passa por um estágio de blástula, característica exclusiva do reino animal.


* Lista de zoologistas * Código Internacional de Nomenclatura Zoológica * Zootaxonomia * Campos de estudo da zoologia

Cartella blu.jpg
Nuvola filesystems services.png
ver    
Macho adulto no Tasmanian Devil Conservation Park em Taranna, península de Tasman.

O diabo-da-tasmânia ou demônio-da-tasmânia (nome científico: Sarcophilus harrisii, do grego, sarx, carne + philos, amigo; e harrisii, em homenagem a George Harris) é um mamífero marsupial da família Dasyuridae endêmico da ilha da Tasmânia, Austrália. Através do registro fóssil sabe-se que a espécie habitou também a Austrália continental, tendo se extinguido há cerca de três mil anos. As causas do desaparecimento são desconhecidas, mas acredita-se que tenha sido influenciado pela introdução do dingo, pela chegada e expansão dos aborígenes e por influência climática do El Niño durante o Holoceno. Com uma aparência de urso, que lhe rendeu a descrição científica de Didelphis ursina, é um animal robusto e musculoso. Sua pelagem é escura com manchas brancas na região da garganta, das bochechas e lombar. Os dentes molares são adaptados à sua dieta de carniça. É um caçador pouco eficiente, preferindo animais de pequeno porte. Pode ser encontrado em vários tipos de habitat, incluindo áreas urbanas, mas prefere bosques costeiros e florestas esclerófitas. Noturno e solitário, habita uma área de vida definida, mas não tem tendências territoriais. Ocasionalmente, vários animais se reúnem para se alimentar de uma carcaça, gerando interações agressivas. Promíscuos, acasalam-se uma vez ao ano, gerando ninhadas de dois a quatro filhotes, que são desmamados aos oito meses de idade. É o maior marsupial carnívoro existente, após a extinção do tilacino, e possui convergência ecomorfológica com as hienas.

Cartella blu.jpg
Nuvola filesystems camera.png
ver    
Cartella blu.jpg
Nuvola apps bad kcontrol.png
ver    


Artigos para revisar/reciclar: Artigos a revisar sobre Zoologia




Cartella blu.jpg
Nuvola apps kmix.png
ver    
Current events
  • 28 de abril de 2013: Morre aos 89 anos o zoólogo Paulo Emílio Vanzolini.
  • 1 de novembro de 2012: China comemora o nascimento de oito pandas.
  • 30 de outubro de 2012: Nove novas espécies de tarântulas são identificadas nas regiões central e leste do Brasil.
  • 29 de outubro de 2012: Uma nova espécie de lagarto, Ctenotus ora, descoberta nas redondezas da cidade de Perth na Austrália Ocidental, já se encontra ameaçada pelo crescimento urbano.
Cartella blu.jpg
Gnome-application-bluefish-project.svg
ver    
  • ... o gênero Fedexia foi nomeado em homenagem a companhia FedEx, proprietária da terras onde o holótipo foi descoberto?
  • ...escorpiões da espécie Tityus serrulatus reproduzem-se sem a presença dos machos (inexistentes), por um processo denominado partenogênese?
  • ... a expressão "lágrimas de crocodilo" vem do facto de os crocodilos lacrimejarem quando comem as presas?
  • ... o coração da Girafa mede 70 centímetros e pesa cerca de 11 quilogramas?
Cartella blu.jpg
Zusatzzeichen 1006-37.png
ver    
Cartella blu.jpg
Portal.svg
ver