Portal:Peixes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Peixes

Americana 1920 Fisheries - American Food Fishes.jpg

Os peixes são animais vertebrados, aquáticos, tipicamente ectotérmicos, que possuem o corpo fusiforme, os membros transformados em barbatanas ou nadadeiras (ausentes em alguns grupos) sustentadas por raios ósseos ou cartilaginosos, guelras ou brânquias com que respiram o oxigénio dissolvido na água (embora os dipnóicos usem pulmões) e, na sua maior parte, o corpo coberto de escamas.

Os peixes são recursos importantes, principalmente como alimento, mas também são capturados por pescadores recreativos, mantidos como animais de estimação, criados por aquaristas, e expostos em aquários públicos. Os peixes tiveram um papel importante na cultura através dos tempos, servindo como divindades, símbolos religiosos (ver ichthys), e como temas de arte, livros e filmes.

Uma vez que o "peixe" é definido negativamente, e exclui os tetrápodes (ou seja, os anfíbios, répteis, aves e mamíferos) que são descendentes da mesma origem, é um agrupamento parafilético, não considerado adequado na biologia sistemática. A classe Pisces, de Lineu é considerada tipológica, mas não filogenética.

Os primeiros organismos que podem ser classificados como peixes eram cordados de corpo mole que apareceram pela primeira vez durante o período Cambriano. Embora eles não tivessem uma verdadeira espinha dorsal, possuíam notocórdio, que lhes permitiu serem mais ágeis do que os invertebrados marinhos. Os peixes continuaram a evoluir durante o Paleozoico, diversificando-se em uma grande variedade de formas.




Artigos selecionados

Isistius brasiliensis.jpg

Isistius brasiliensis (Quoy & Gaimard, 1824), conhecido pelo nome comum de tubarão-charuto, é uma espécie de pequenos tubarões malhados esqualiformes das águas profundas dos mares subtropicais e tropicais. Pertence à família Dalatiidae, um grupo de esqualos caracterizado por grandes migrações verticais na coluna de água. A espécie carateriza-se por uma grande voracidade, arrancando pedaços circulares de carne às suas vítimas de maiores dimensões. Este comportamento está na origem do nome comum anglófono de cookiecutter ("cortador de biscoitos"), pois a sua estrutura bucal, com semelhanças com a das lampreias, permite-lhe fixar-se sobre o hospedeiro, cortando de seguida um naco de carne, com alguns centímetros de diâmetro, com recurso a uma dentição adaptada a este tipo de ectoparasitismo.



Categorias

Imagem seleccionada

Georgia Aquarium - Giant Grouper.jpg
Garoupa-gigante (Epinephelus lanceolatus), o maior peixe ósseo encontrado nos recifes de coral.



Sabia que?

... o peixe mais rápido do mundo é o agulhão-vela e que ele alcança a incrível velocidade de 115 Km por hora?

... os tubarões são míopes, mas em compensação, eles tem um olfato super-desenvolvido e um sistema chamado “linha lateral” que permite captar alterações na pressão da água?

... uma enguia é capaz de dar um choque maior do que o de uma tomada doméstica, sua descarga chega a 125 volts?




WikiProjectos


Purgar cache do servidor