Theodor Liebisch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Theodor Liebisch
Nascimento 29 de abril de 1852
Breslávia
Morte 9 de fevereiro de 1922 (69 anos)
Berlim
Cidadania Alemanha
Ocupação geólogo, mineralogista, professor universitário, cristalógrafo
Empregador Universidade de Göttingen, Universidade de Greifswald, Universidade Humboldt de Berlim, Universidade de Breslávia

Theodor Liebisch (Breslau, 29 de abril de 1852Berlim, 9 de fevereiro de 1922) foi um mineralogista e cristalografista alemão.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Liebisch obteve um doutorado em geologia na Universidade Breslau, com uma tese sobre magmatitas. Em 1875 foi curador do Museu de Mineralogia da Universidade de Berlim, onde foi em 1878 Privatdozent de mineralogia. Em 1880 foi professor em Breslau, em 1883 em Greifswald e em 1884 em Königsberg. Em 1887 foi chamado como professor para Göttingen, onde Arnold Sommerfeld foi em tempo parcial seu assistente. Em 1891 foi publicado seu livro Physikalische Kristallographie em Leipzig. Em 1908 foi professor na Universidade de Berlim.

Foi membro da Academia de Ciências de Göttingen e da Academia de Ciências da Prússia.

Com os matemáticos Arthur Moritz Schoenflies e Otto Mügge escreveu o artigo Kristallographie na Encyklopädie der mathematischen Wissenschaften.

Max Berek foi um de seus alunos de doutorado.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Karl Hans Wedepohl Theodor Liebisch, in Karl Arndt u. a. (Herausgeber) Göttinger Gelehrte: Die Akademie der Wissenschaften zu Göttingen

Ligações externas[editar | editar código-fonte]