Arthur Moritz Schoenflies

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Arthur Moritz Schoenflies
Conhecido(a) por Problema de Schoenflies, notação de Schoenflies
Nascimento 17 de abril de 1853
Gorzów Wielkopolski
Morte 27 de maio de 1928 (75 anos)
Frankfurt am Main
Nacionalidade alemão
Alma mater Universidade Humboldt de Berlim
Orientador(es)(as) Ernst Kummer e Karl Weierstrass
Campo(s) matemática
Tese 1877: Synthetisch-geometrische Untersuchungen über Flächen zweiten Grades und eine aus ihnen abgeleitete Regelfläche

Arthur Moritz Schoenflies (alemão: [ˈʃøːnfliːs];Gorzów Wielkopolski, 17 de abril de 1853Frankfurt am Main, 27 de maio de 1928) foi um matemático alemão.

Foi palestrante convidado do Congresso Internacional de Matemáticos em Heidelberg (1904: Struktur der perfekten Mengen).[1]

Conhecido por suas contribuições para a aplicação da teoria dos grupos à cristalografia e por trabalhar em topologia.

Schoenflies nasceu em Landsberg an der Warthe (atual Gorzów, Polônia). Arthur Schoenflies casou-se com Emma Levin (1868–1939) em 1896, cuja irmã, a escritora Julie, era casada com o editor e estivador Julius Levin. Ele estudou com Ernst Kummer e Karl Weierstrass, e foi influenciado por Felix Klein.

O problema das Schoenflies é provar que um -esfera no n-espaço euclidiano limita uma bola topológica, porém embutida. Esta pergunta é muito mais sutil do que parece inicialmente.

Ele estudou na Universidade de Berlim de 1870 a 1875. Obteve o doutorado em 1877 e, em 1878, era professor em uma escola em Berlim. Em 1880, ele foi para Colmar para ensinar.

Schoenflies foi um colaborador frequente da enciclopédia de Klein: em 1898 ele escreveu sobre a teoria dos conjuntos, em 1902 sobre cinemática e sobre geometria projetiva em 1910.

Ele era um tio-avô de Walter Benjamin.

Sepultura de Arthur Schoenflies no Cemitério de Frankfurt am Main

Trabalhos selecionados[editar | editar código-fonte]

  • Geometrie der Bewegung in synthetischer Darstellung. Teubner, 1886; translated by Charles Speckel as La Géométrie du Mouvement. Exposé synthétique. Gauthier-Villars 1893[2]
  • Einführung in die mathematische Behandlung der Naturwissenschaft. 1st edition, Dr. E. Wolff, 1895; 2nd editions 1931 (with Walther Nernst)
  • Entwicklung der Mengenlehre und ihrer Anwendungen. Teubner, 1913 (with Hans Hahn).
  • Kristallsysteme und Kristallstruktur, Teubner 1891
  • Theorie der Kristallstruktur. Ein Lehrbuch. Gebr. Borntraeger, 1923.
  • Einführung in die Hauptgesetze der zeichnerischen Darstellungsmethoden, Teubner 1908, Project Gutenberg ebook
  • Articles: Mengenlehre (1898), Projektive Geometrie (1909), Kinematik (1902), Kristallographie (with Theodor Liebisch, Otto Mügge), in Klein's encyclopedia.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • J. J. Burckhardt, in: Archive for History of Exact Sciences, 1967

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]