Thiago Arancam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Thiago Arancam
Informação geral
Nome completo Thiago Arancam
Nascimento 06 de fevereiro de 1982 (35 anos)
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s) Ópera
Instrumento(s) vocal
Período em atividade 2000-atualmente
Página oficial www.thiagoarancam.com

Thiago Arancam (São Paulo, 6 de fevereiro de 1982) é um tenor lírico brasileiro.

Biografia e Carreira[editar | editar código-fonte]

Dono de timbre inconfundível, o brasileiro Thiago Arancam é destaque entre os maiores tenores da atualidade. Com um perfil jovem, que foge do estereótipo, o artista apresenta um currículo notável, acumulando passagens em mais de 40 países e contabilizando em apenas oito anos mais de 500 apresentações ao redor do mundo. No Brasil, em 2011, subiu ao palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro com montagem da ópera "Tosca", de Puccini, na qual viveu o papel do pintor Mario Cavaradossi, amante de Flória Tosca e em 2014 no Teatro Municipal de São Paulo na Ópera Carmen de Bizet. Diplomado em Canto Lírico pela Academia de Canto do Teatro Alla Scala em 2007, de Milão, e Bacharel em canto erudito pela "Faculdade de Música Carlos Gomes" de São Paulo, ele começou seus estudos no Brasil na "Escola Municipal de Música" de São Paulo.

Carismático, Thiago Arancam é apadrinhado pelo célebre tenor Plácido Domingo com o qual realizou inúmeras produções, destacando a gravação da "Cyrano de Bergerac" na São Francisco Opera (USA), "Madama Butterfly" em Washington e "Carmen" na Los Angeles Opera, regidas por Plácido Domingo.

Entre suas apresentações destacam-se teatros como Lá Scala (Milão), Opera de Roma (Itália), Opera Nacional de Washington (EUA), Opera Estadual de Vienna (Áustria), Deustche Opera de Berlim (Alemanha), Bolshoi (Moscou), além de inúmeras produções no Japão, Emirados Árabes, Malásia, Canadá, Espanha, França, Polônia, Letônia, Mônaco, Reino Unido, entre outros.

Seguindo sua trajetória de sucesso, trabalhou com grandes regentes de orquestra, entre eles: Daniel Harding em vários concertos com a Swedish Radio Symphony Orchestra; Christian Thielemann em "Dresden" na Manon Lescaut, Pier Giorgio Morandi na ópera "Tosca" em Las Palmas e Estocolmo; o brasileiro Silvio Barbato com a Orquestra Camerata Brasil em Brasília, João Carlos Martins, Plácido Domingo, Julius Rudel, Lorin Maazel, Nicola Luisotti, Patrik Fournellier, Renato Palumbo, Corrado Rovaris, entre outros.

Projetando o nome do Brasil no exterior, Thiago Arancam possui uma carreira consolidada e revela a cada dia porque é considerado um dos grandes expoentes do cenário operístico, figurando entre os maiores e melhores nomes da música lírica de todo o mundo.    

Discografia / Turnê "Bela Primavera"[editar | editar código-fonte]

  • Arias, 2004, TBA Records
  • Bela Primavera, 2017, Independente

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • "Prêmio Revelação" do "V Concurso Internacional de Canto Erudito Bidu Sayão" e "Bolsa de Estudos VITAE" em 2004, que garantiu o acesso a conceituada "Academia de Canto Lírico do Teatro Alla Scala" de Milão, sob direção da famosa soprano Leyla Gencer, tornando-se o primeiro brasileiro a ingressar nesta Academia.
  • "Premio Alto Adige - Talento Emergente della Lirica 2007/2008", Melhor Voz Lírica Emergente, pela Associação Amigos da Lirica L'Obiettivo de Bolzano.
  • Três prêmios no Concurso Lírico Internacional Operalia 2008, organizado por Plácido Domingo: Prêmio Zarzuela, Prêmio do Público e Segundo Prêmio Ópera. Na ópera, Thiago Arancam já interpretou 17 papéis principais diferentes: Roberto (Le Villi), Cavaradossi (Tosca), Maurizio (Adriana Lecouvreur), Radames (Aida), Pinkerton (Madama Butterfly), Ismaele (Nabucco), Turiddu (Cavalleria Rusticana), Luigi (Il Tabarro), Pollione (Norma), Cristiano (Cyrano), Renato Des Grieux (Manon Lescaut), Don Josè (Carmen), Canio (Pagliacci), Riccardo (Ballo in Maschera), Alfredo (La Traviata), Calaf (Turandot), Riccardo (Ballo in Maschera).

Na ópera, Thiago Arancam já interpretou 17 papéis principais diferentes: Roberto (Le Villi), Cavaradossi (Tosca), Maurizio (Adriana Lecouvreur), Radames (Aida), Pinkerton (Madama Butterfly), Ismaele (Nabucco), Turiddu (Cavalleria Rusticana), Luigi (Il Tabarro), Pollione (Norma), Cristiano (Cyrano), Renato Des Grieux (Manon Lescaut), Don Josè (Carmen), Canio (Pagliacci), Riccardo (Ballo in Maschera), Alfredo (La Traviata), Calaf (Turandot), Riccardo (Ballo in Maschera).

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]