Thomas D. Rice

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Thomas D. Rice (data desconhecida)

Thomas Dartmouth Rice (20 de maio de 1808 - 19 de setembro de 1860), conhecido profissionalmente como Daddy Rice, era um performer americano e dramaturgo pioneiro na prática blackface e usava esteriótipos de referências americanas em relação aos negros escravizados na América, tornando-se um dos mais populares artistas de minstrel show de seu tempo. Ele é considerado o "pai dos menestréis americanos".[1][2] Sua performance baseou-se em preconceitos impostos pela sociedade branca, que associava os negros ao corvo, onde lhe rendeu uma audiência nacional, e mais tarde internacional. A persona "Jim Crow", representada por Rice foi uma ridicularização étnica, em relação a uma canção de descendência africana, rebatizando a música "Jump Jim Crow".[3]

Referências

  1. «Blackface Minstrelsy». Center for American Music, University of Pittsburgh. Consultado em 15 de julho de 2015 
  2. «History of Minstrelsy: From "Jump Jim Crow" to "The Jazz Singer"». University of South Florida Library Special & Digital Collections. Consultado em 15 de julho de 2015 
  3. Padgett, Ken. «Blackface! Minstrel Shows». Consultado em 25 de agosto de 2019. Arquivado do original em 27 de setembro de 2014