Tite Kubo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Noriaki Kubo (久保 宣章?), mais conhecido como Taito Kubo (久保 帯人? ; Hiroshima, 26 de Junho de 1977) é um famoso mangaká japonês.

Kubo começou a desenhar mangás durante o ensino médio,no qual fazia parte do Clube de Anime. Foi também no ensino médio que ele criou seu primeiro mangá, Zombiepowder,[1] que foi publicado semanalmente na revista Shonen Jump. Porém, com a falta de sucesso do mangá, a série foi cancelada, logo após alcançar 4 volumes.[2]

Mais tarde,após o fracasso com Zombiepowder, Kubo criou um novo mangá, chamado Bleach, e o enviou à Weekly Shonen Jump, com a esperança de que o mangá fosse publicado. Porém, Bleach foi rejeitado devido as similaridades com o mangá Yu Yu Hakusho que estava sendo publicado pela revista na época. Mesmo Bleach tendo impressionado o grupo de leitores que controlavam as séries editadas pela revista, a rejeição fez com que Kubo perdesse as esperanças. Esse quadro mudou quando Akira Toryama, autor de Dragon Ball, mandou à Kubo uma carta tranquilizando-o e inspirando-o a continuar com o mangá, dizendo que havia gostado muito de seu trabalho.[3]

Influências[editar | editar código-fonte]

A primeira influência de Taito Kubo veio dos mangás Shigeru Mizuki e Gegege no Kitaro.Ele se lembra de tentar esboçar seus personagens para tornar seus projetos mais simples que os de Mizuki.A série Bleach nasceu do desejo de Taito Kubo em desenhar shinigamis trajando kimonos(sendo que a ideia acabou lhe servindo de base para o design de todos os shinigamis em geral).[4]O processo de criação sempre foi centrado principalmente em torno do design dos personagens.Assim como os shinigamis,inúmeros elementos como kidous e zanpakutous foram também baseados na literatura japonesa.[5] Kubo citou influências de elementos de Bleach que variam de outra série de mangá para a música, língua estrangeira, arquitetura e cinema.

Taito Kubo citou influências para a série Bleach,variando de séries de mangás,músicas,línguas estrangeiras,arquitetura e cinema.Ele atribuiu seu interesse no sobrenatural e nos monstros por meio de Shigeru Mizuki,Ge Ge Ge no Kitaro,além de muitos aspectos relacionados as batalhas de Saint Seiya,mangás que ele apreciou durante a infância.[4][5][6]

Na realização das cenas de batalha,Kubo comenta que ele sempre imagina as lutas com os fundos vazios e, em seguida,ele tenta encontrar o melhor ângulo para fazê-lo.Ele tenta fazer com que as lesões pareçam bem realista,afim de provocar nos leitores o sentimento de dor do personagem.[7] Kubo menciona que às vezes ele está entediado,enquanto ilustrando-as, então ele tenta adicionar algumas piadas para torná-lo mais bem-humorado.[8] Quando a criação de personagens, Kubo primeiras tentativas de criar o projeto e, posteriormente, decidir como a personalidade do personagem será de acordo com o que ele desenhou. Desde criá-los assim, Kubo considera cada personagem seja único e quer que cada um deles a ser desenvolvido ao longo da série.[9] Quando perguntado sobre as relações amorosas entre certos personagens, Kubo responde dizendo que ele não quer transformar a série em uma história de amor desde que ele acha que há aspectos mais interessantes sobre suas personalidades.[10] Outros personagens da série também usar diferentes linguagens para descrever seus termos. Os poderes do Quincy são tomadas a partir alemão, fullbringers usar termos em inglês enquanto o uso shinigami japonês. Hollows e criaturas arrancar usam termos espanhóis. Kubo ficou interessado em espanhol, porque para ele a linguagem soou "fascinante" e "suave".[5]

Obras[editar | editar código-fonte]

One Shots:[editar | editar código-fonte]

  • Ultra Unholy Hearted Machine (1996, Weekly Shōnen Jump, Shueisha.)
  • Rune Master Urara (1996, Weekly Shōnen Jump, Shueisha.) [
  • Bad Shield United (1997, Weekly Shōnen Jump, Shueisha.)

Séries:[editar | editar código-fonte]

Zombiepowder (1999-2000)[editar | editar código-fonte]

Bleach (2001-2016)[editar | editar código-fonte]

Artbooks[editar | editar código-fonte]

  • Bleach All Colour But The Black[11]
  • Bleach Official Bootleg[12]

Outros[editar | editar código-fonte]

  • Bleach Official Character Book SOULs[13]
  • Bleach Official Anime Guide Book VIBEs[14]
  • Bleach Official Character Book 2 MASKED[15]
  • Bleach Official Character Book 3 UNMASKED

Referências

  1. Kubo, Tite (2000). Zombie Powder vol. 03. [S.l.]: Shueisha. Author's commentary. ISBN 4-08-872877-7 
  2. Kido, Misaki C. (2012). «Interview with Tite Kubo (Creator of Bleach)». Viz Media. Weekly Shonen Jump Alpha (02-20-12): 124–126 
  3. Charles Solomon (August 28, 2008). «Creator Tite Kubo surprised by 'Bleach' success». Los Angeles Times. Consultado em September 17, 2008. Cópia arquivada em April 23, 2009  Verifique data em: |acessodata=, |arquivodata=, |data= (ajuda)
  4. a b Deb Aoki. «Interview: Tite Kubo (page 1)». About.com. Consultado em 16 de setembro de 2008 
  5. a b c Shonen Jump. Volume 6, issue 6. June 2008. Viz Media. 12.
  6. Sparrow, A. E. (1 de agosto de 2008). «SDCC 08: An Audience With Bleach's Creator». IGN. Consultado em 2 de novembro de 2008 
  7. Kai-ming Cha (4 de agosto de 2008). «Kubo Comes to Comic-Con». Publishers Weekly. Consultado em 17 de setembro de 2008 
  8. Deb Aoki. «Interview: Tite Kubo (page 3)». About.com. Consultado em 16 de setembro de 2008 
  9. Wizard UniverseAnime Insider (61): p. 39. 2008. ISSN 1547-3767 
  10. Deb Aoki. «Interview: Tite Kubo (page 2)». About.com. Consultado em 16 de setembro de 2008 
  11. «BLEACHイラスト集 All Colour But The Black» (em Japanese). Shueisha. Consultado em 27 de abril de 2008 
  12. «BLEACH OFFICIAL BOOTLEG カラブリ+| 久保 帯人| ジャンプコミックス» (em Japanese). Shueisha. Consultado em 27 de abril de 2008 
  13. «BLEACH―ブリーチ― OFFICIAL CHARACTER BOOK SOULs» (em Japanese). Shueisha. Consultado em 27 de abril de 2008 
  14. «BLEACH―ブリーチ― OFFICIAL ANIMATION BOOK VIBEs» (em Japanese). Shueisha. Consultado em 27 de abril de 2008 
  15. «BLEACH―ブリーチ― OFFICIAL CHARACTER BOOK 2 MASKED» (em Japanese). Shueisha. Consultado em 6 de agosto de 2010