Tito Sêxtio Africano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o cônsul em 59. Para o cônsul em 112, veja Tito Sêxtio Africano (cônsul em 112).
Tito Sêxtio Africano
Cônsul do Império Romano
Consulado 59 d.C.
Obelisco de Tito Sêxtio Africano, atualmente no Museu Egípcio de Munique.

Tito Sêxtio Africano (em latim: Titus Sextius Africanus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de julho a dezembro de 59 com Marco Ostório Escápula. Um "jovem de nobre linhagem"[1], Africano era certamente um descendente de Tito Sêxtio, morto em 44 a.C., governador da África Nova e conquistador, em 42 a.C., da África Velha, e provavelmente avô de Tito Sêxtio Cornélio Africano, cônsul em 112.

Carreira[editar | editar código-fonte]

No começo da década de 50, Africano se envolveu com a jovem Júnia Silana, a viúva de Caio Sílio e uma "senhora nobre, distinta por sua origem, beleza e licenciosidade"[1]. Porém, ele foi dissuadido de um possível casamento por interferência da imperatriz-mãe Agripina, que "a chamou de libidinosa e velha, não por que desejava Africano para si, mas por que a fortuna e a falta de herdeiros de Silana não beneficiassem o marido"[1].

Em 59, não muito depois do assassinato de Agripina por Nero, Africano foi nomeado cônsul sufecto com o beneplácito do imperador[2]. Depois do consulado, Africano serviu numa comissão montada para revistar o censo e as estimativas de coleta de impostos na Gália juntamente com Quinto Volúsio Saturnino e Marco Trebélio Máximo. Africano e Saturnino eram rivais e ambos odiavam Trebélio, que se aproveitou da rivalidade para obter os melhores resultados[3].

Sêxtio também foi membro dos irmãos arvais[4]. A data de sua morte é desconhecida.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul do Império Romano
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Precedido por:
'Nero III

com Marco Valério Messala Corvino
com Caio Fonteio Agripa (suf.)
com Aulo Petrônio Lurcão (suf.)
com Aulo Pacônio Sabino (suf.)

Caio Vipstano Aproniano
59

com Caio Fonteio Capitão
com Tito Sêxtio Africano (suf.)
com Marco Ostório Escápula (suf.)

Sucedido por:
'Nero IV

com Cosso Cornélio Lêntulo
com Caio Veleio Patérculo (suf.)
com Marco Manílio Vopisco (suf.)


Referências

  1. a b c Tácito, [[Anais (Tácito)|]] 13, 19.
  2. CIL IV, 3340.
  3. Tácito, Anais 14.46
  4. CIL VI, 2039

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Gerhard Winkler: Sextius Nr. II 1., T. S. Africanus. In: Der Kleine Pauly. Bd. 5, 1975, Sp. 156 f.