Língua tok pisin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Tok Pisin)
Ir para: navegação, pesquisa
Tok Pisin
Falado em: Papua-Nova Guiné
Total de falantes: 3–4 milhões; 120,000 nativos
Família: Crioulo inglês
 Pacífico
  Tok Pisin
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: tpi
ISO 639-3: tpi
Um dicionário de 1971 de Tok Pisin (à época chamado “crioulo melanésio”).

O Tok Pisin é uma língua crioula com vocabulário baseado na língua inglesa[1] falada por cerca de dois milhões de pessoas, sendo quinhentas mil como nativa.[2] A palavra “tok pisin” vem de tok, que significa “conversação” (do inglês talk), e pisin, que significa pidgin (da forma chinesa do inglês business).

Apesar do nome sugestivo, o Tok Pisin não é um crioulo em si, mas uma das línguas oficiais de Papua-Nova Guiné, juntamente com o inglês e o Hiri Motu, além de ser a mais falada no país.[1] É usada nos meios de comunicação e no governo, embora menos que o inglês. Certas escolas básicas ensinam através de tal idioma.

Na maioria dos verbos a transitividade é marcada pelo Sufixo im. Os tempos são indicados por palavras separadas: bai (futuro), bin (passado, vem do inglês been), stap (ação presente, vem de stop), i (ação continuada), pinis (ação completa, vem de finish). Já os substantivos não variam em número, enquanto que os adjetivos têm o sufixo pela e podem ser usados como advérbios. Pela também indica o plural em pronomes, que variam em pessoa e número, podendo apresentar, dependendo da região, as formas: dupla, tripla e plural. Por isso, a reduplicação é muito usada no Tok Pisin como derivação ou simplesmente em palavras que assim existem.

Assim como na língua Bislama são muito usadas duas preposições: bilong para “de” (posse) ou “para” (objetivo) e long para todos demais significados.

Exemplo[editar | editar código-fonte]

Pai Nosso em tok pisin
Papa bilong mipela

yu stap long heven
Mekim nem bilong yu i kamap bikpela
Mekim kingdom bilong yu i kam
Strongim mipela long bihainim laik bilong yu long graun
olsem ol i bihainim long heven
Givim mipela kaikai inap long tude
Pogivim rong bilong mipela
olsem mipela i pogivim ol arapela i mekim rong long mipela
Sambai long mipela long taim bilong traim
Na rausim olgeta samting nogut long mipela

Amen

Referências

  1. a b BURRIDGE, Kate; KORTMANN, Bernd (2008). The Pacific and Australasia. [S.l.]: Walter de Gruyter. 651 páginas 
  2. BALZER, Trevor; LEE, Ernest (1999). Pidgin Phrasebook. [S.l.]: Lonely Planet. 174 páginas. isbn 9781741045970 
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.