Transposição (música)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Transposição, em terminologia musical, refere-se ao processo de se modificar a altura de uma nota ou coleção de notas por um intervalo constante. Quando se transpõe uma música, modifica-se também a tonalidade em que ela se encontra.

Muitos músicos utilizam esse recurso quando a partitura, cifra ou tablatura está incompatível com a voz ou o instrumento tocado.

Método simples de transposição[editar | editar código-fonte]

Sabe-se que, em uma escala, existem as seguintes notas:

Para transpor, por exemplo, a nota , em seis semitons (três tons) projeta-se a nota seis casas à direita

Ou seja, a nota 6 semitons acima de ré é sol sustenido (ou bemol).

Ex: Supondo que na tonalidade em que uma música foi escrita seja preciso cantar um Dó, mas a nota mais grave que a pessoa que canta consegue alcançar é um Fá. Será necessário transpor essa nota, da mesma forma que o exemplo acima. O intervalo entre Dó e Fá é de 3 tons e meio. Consequentemente, todas as demais notas da canção deverão ser transpostas também pelo mesmo intervalo.

Importante notar que ao fazer isso, a tonalidade da música também será alterada.

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Instrumento transpositor