Tratado de Edimburgo-Northampton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Tratado de Edinburgh–Northampton foi um tratado de paz assinado em 1328 entre os reinos da Inglaterra e Escócia. Marcou o fim da Primeira Guerra de Independência escocesa, que começou em 1296 com a invasão inglesa do vizinho. O tratado foi assinado em Edimburgo por Roberto I, rei dos escoceses, a 17 de março de 1328, e foi ratificado pelo parlamento inglês em Northampton, em 1 de maio. O documento foi escrito em francês e atualmente está guardado no Arquivo Nacional da Escócia, na capital escocesa.[1]

Os termos estipulados pelo tratado diziam que, através do pagamento de £100 000 libras, a Coroa Inglesa reconhecia:

  • O Reino da Escócia é um Estado completamente independente;
  • Roberto I, ele e seus sucessores, são os governantes legítimos da Escócia;
  • As fronteiras entre a Escócia e a Inglaterra eram as mesmas que estavam de pé no reinado de Alexandre III (1249-1286);

Referências

  1. «"Document of the Month - June: The Treaty of Edinburgh, 1328"». The Scottish Government. Consultado em 14 de agosto de 2015