Tratado de Turim (1760)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Tratado de Turim de 1760 assinado a 27 Mar. 1760 entre a corte de França e a de Turim, delimita as fronteiras entre o Reino da França e o Reino da Sardenha baseando-se no curso de Ródano a partir de Genebra para o Sul.

Pormenores[editar | editar código-fonte]

Alguns pontos assinalados no tratado

  • X - a Provence e Nice cedem-se terrenos mutuamente para que a linha de partição seja feita pelas águas entre Var e Verdon
  • XII - a navegação do Ródano na parte que serve de limite dos dois Estados, será inteiramente livre das duas sem que qualquer delas possa exigir qualquer direito ou imposto de navegação.
  • XVII - a Abadia de Cheseri será reunida ao serviço episcopal de Genebra.
  • XX - os nobres das províncias de Bresse, Bugey, Valromey & Gex, continuarão a usufruir da isenção de qualquer tipo e de outras imposições ordinárias e extraordinários dos bens que possuírem no Ducado de Saboia

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]