Tremês

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Tremês 
  Freguesia portuguesa extinta  
Tremês está localizado em: Portugal Continental
Tremês
Localização de Tremês em Portugal Continental
Coordenadas 39° 21' 37" N 8° 45' 41" O
Concelho primitivo Santarém
Extinção 28 de janeiro de 2013
Área
 - Total 24,79 km²

Tremês é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Santarém, com 24,79 km² de área e 1 981 habitantes (2011). A sua densidade populacional era 79,9 hab/km². Foi elevada à categoria de vila em 2005.
Foi extinta e agregada à freguesia de Azoia de Cima, criando a União das freguesias de Azoia de Cima e Tremês.

Presentemente, agrega os seguintes lugares: Água Peneira, Alto dos Fornos, Arneiro de Tremês, Bairro D. Constança, Casais da Maria Delfina, Casal da Azenha, Lourosa, Outeiro de Alfazema, Paço, Santos e Sinterra.

Situada num vale, na zona do “Bairro”, a noroeste da cidade de Santarém, a freguesia de S. Tiago de Tremês (antiga paróquia de Santiago Maior) dista 16 quilómetros da sede do Concelho.

A origem de Tremês é muito antiga. A paróquia é provavelmente do Séc. XIII.

A freguesia de Tremês pertenceu ao extinto concelho de Alcanede até ao século XIX, tendo posteriormente sido integrado no concelho de Santarém.

Na freguesia de Tremês o principal aglomerado populacional é Tremês, sede de freguesia, que inicialmente se desenvolveu ao longo da Estrada Nacional 362. A importância desta via ainda hoje prevalece, dado que a sede de freguesia é atravessada por esta estrada nacional que liga Santarém a Porto-de-Mós.

Para se deslocar a Santarém, ou a outras zonas, a população de Tremês dispõe de uma rede de transportes públicos que satisfaz razoavelmente as actuais necessidades. Também o acompanhamento médico é garantido, dado que a extensão de saúde local funciona diariamente com dois médicos.

Tremês fez parte de um dos caminhos medievais para Santiago de Compostela.

Pensa-se que o seu povoamento seja posterior à formação da Nacionalidade.

No livro das Igrejas e Capelas do Padroado dos Reis de Portugal encontramos, também, referências a escâmbos «de suas capelas», o que atesta a ancestralidade desta igreja.

As indústrias de cerâmica e cal são tradicionais em Tremês. No início do Séc. XIX, construíram-se importantes empresas de fabrico de cerâmica comum (telhas e tijolos), que motivaram a industrialização relativa da freguesia.

Os seus campos são muito férteis, por isso a sua principal actividade económica esteve centrada na agricultura, através da produção de azeite, vinho, trigo, milho, cevada, grão-de-bico e feijão.

Na vila existe um Grupo de Dança Desportiva.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Tremês [1]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1 103 1 416 1 599 1 772 2 027 2 048 2 012 2 673 2 734 2 658 1 895 2 401 2 245 2 146 1 981
Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 258 283 1069 536 12,0% 13,2% 49,8% 25,0%
2011 252 168 1007 554 12,7% 8,5% 50,8% 28,0%

Média do País no censo de 2001: 0/14 Anos-16,0%; 15/24 Anos-14,3%; 25/64 Anos-53,4%; 65 e mais Anos-16,4%

Média do País no censo de 2011: 0/14 Anos-14,9%; 15/24 Anos-10,9%; 25/64 Anos-55,2%; 65 e mais Anos-19,0%

Referências

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.