Trichomycteridae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaTrichomycteridae
Vandellia cirrhosa

Vandellia cirrhosa
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Actinopterygii
Ordem: Siluriformes
Família: Trichomycteridae
Bleeker, 1858
Subfamílias e gêneros
ver texto

Trichomycteridae é uma família de peixes da ordem Siluriformes. Popularmente são conhecidos como peixes-gatos-parasitas, cambeva, cambeba, acangapeva, campeva, bagre-mole ou bagre-cambeja.[1] Engloba 41 gêneros e mais de 200 espécies. Muitas espécies são consideradas parasitas, incluindo o candiru ou peixe-vampiro (Vandellia sp.), temido por algumas pessoas por seu hábito de adentrar na uretra humana. São pequenos peixes de corpo mole, com pontuações escuras, que vivem no fundo das águas, se alimentando de vermes, lodo e resíduos e atingindo até vinte centímetros de comprimento. A família está distribuída da Costa Rica e Panamá até a Argentina e Chile.[2]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Cambeva", "cambeba", "acangapeva", "campeva" e "bagre-cambeja" são derivados do termo tupi a'kãg pewa, que significa "cabeça chata".[1]

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Várias espécies do gênero Trichomycterus

A família Trichomycteridae é considerada monofilética.[3] [4] Tradicionalmente é subdividida em oito subfamílias: Copionodontinae, Glanapteryginae, Sarcoglanidinae, Stegophilinae, Trichogeninae, Trichomycterinae, Tridentinae e Vandelliinae.[5] Estudos moleculares demonstraram que a subfamília Trichomycterinae é parafilética.[4] [6]

Sistemática da família Trichomycteridae:[5] [7]

Referências

  1. a b FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.326
  2. Froese, R.; Pauly, D. (eds.). Trichomycteridae FishBase. Visitado em 11 de fevereiro de 2015.
  3. de Pinna, M.C.C.. (1992). "A new subfamily of Trichomycteridae (Teleostei, Siluriformes), lower loricarioid relationships and a discussion on the impact of additional taxa for phylogenetic analysis". Zoological Journal of the Linnean Society 106 (3): 175-229.
  4. a b de Pinna, M.C.C. 1998. Phylogenetic relationships of neotropical Siluriformes (Teleostei: Ostariophysi): historical overview and synthesis of hypotheses. Pp. 279-330. In: Malabarba, L.R., R.E. Reis, R.P. Vari, Z.M.S. Lucena & C.A.S. Lucena (Eds.). Phylogeny and Classification of Neotropical Fishes. Edipucrs, Porto Alegre, 603p.
  5. a b Nelson, J.S. Fishes of the World. 4 ed. Hoboken, Nova Jersey: John Wiley & Sons. 2006. 622 p.
  6. de Pinna, M.C.C. & W. Wosiacki. 2003. Family Trichomycteridae (Pencil or parasitic catfishes). Pp. 270-290. In: Reis, R.E.; Kullander, S.O.; Ferraris, C.J. (Eds.). Check List of the Freshwater Fishes of South and central America. Edipucrs, Porto Alegre, 729p.
  7. Eschmeyer, W.. Catalog of Fishes California Academy of Science. Visitado em 11 de fevereiro de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Trichomycteridae
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Trichomycteridae
Ícone de esboço Este sobre peixes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.