Tumultos na Indonésia em maio de 1998

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tumultos na Indonésia em maio de 1998
Parte da(o) Queda de Suharto
Jakarta riot 14 May 1998.jpg
Amotinados queimam móveis de escritório nas ruas de Jacarta em 14 de maio de 1998.
Local Grandes tumultos ocorreram em Medan, Jacarta e Surakarta com vários incidentes isolados em outros lugares.
Resultado
  • Renúncia do Presidente Suharto e criação de um novo Gabinete de Reforma do Desenvolvimento sob B. J. Habibie
  • Independência do Timor-Leste
Causas Oposição ao governo da Nova Ordem; críticas a manipulação de votos nas eleições legislativas de 1997 e ao colapso econômico como resultado da crise financeira asiática.

Tumultos na Indonésia em maio de 1998 (em indonésio: Kerusuhan Mei 1998),[1] também conhecidos como tragédia de 1998 (em indonésio: Tragedi 1998) ou simplesmente eventos de 1998 (em indonésio: Peristiwa 1998) foram incidentes de violência massiva, manifestações e distúrbios civis de natureza racial que ocorreram em toda a Indonésia, principalmente em Medan, na província de Sumatra Setentrional (4-8 de maio), na capital Jakarta (12-15 de maio) e Surakarta (também chamado Solo), na província de Java Central (13 a 15 de maio). Os tumultos foram provocados por problemas econômicos, incluindo escassez de alimentos e desemprego em massa, e posteriormente levaram à renúncia do presidente Suharto e à queda do governo da Nova Ordem. Os principais alvos da violência foram os indivíduos de etnia chinesa; no entanto, a maioria das vítimas ocorreu entre os saqueadores indonésios javaneses devido a um grande incêndio. [2][3][4][5][6][7]

Estima-se que mais de mil pessoas morreram nos tumultos. Pelo menos 168 casos de estupro foram relatados, e o dano material foi avaliado em mais de 3.1 trilhões de rupias. Até 2010, os processos judiciais sobre os distúrbios ainda não estavam concluídos. [8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Trabalhos acadêmicos

  • McGlynn, John H.; et al. (2007) [2005]. Indonesia in the Soeharto Years: Issues, Incidents and Images 2nd ed. Jakarta: The Lontar Foundation. ISBN 978-9971-69-358-9 
  • Ong, Aihwa (2005). «Chinese Diaspora Politics and Its Fallout in a Cyber Age». In: Ember, Melvin; Ember, Carol R. & Skoggard, Ian. Encyclopedia of Diasporas: Immigrant and Refugee Cultures Around the World. New York, N.Y.: Springer Science+Business Media. pp. 392–403. ISBN 978-0-387-29904-4 
  • Purdey, Jemma (2006). Anti-Chinese Violence in Indonesia, 1996–1999. Honolulu, H.I.: University of Hawaii Press. ISBN 978-0-8248-3057-1 
  • Setiono, Benny G. (2003). Tionghoa dalam Pusaran Politik [Indonesia's Chinese Community under Political Turmoil] (em Indonesian). Jakarta: Elkasa. ISBN 978-979-96887-4-3 
  • Suryadinata, Leo (2004). «Chinese Migration and Adaptation in Southeast Asia: The Last Half-Century». In: Ananta, Aris & Arifin, Evi Nurvidya. International Migration in Southeast Asia. Singapore: Institute of Southeast Asian Studies. pp. 71–93. ISBN 978-981-230-278-6 

Relatórios

  • Hamid, Usman; Prasetyo, Stanley Yosep Adi; Zen, A. Patra M. & Hutapea, Hotma Timbul (2005). Menatap Wajah Korban: Upaya Mendorong Penyelesaian Hukum Kejahatan Terhadap Kemanusiaan Dalam Peristiwa Kerusuhan Mei 1998 (em Indonesian). Jakarta: Solidaritas Nusa Bangsa. ISBN 978-979-96038-4-5 
  • Jusuf, Ester Indahyani & Simanjorang, Raymond R. (2005). Reka Ulang Kerusuhan Mei 1998 (em indonésio). Jakarta: Tim Solidaritas Kasus Kerusuhan Mei 1998. ISBN 978-979-96038-5-2 
  • Tim Gabungan Pencari Fakta (1998). «Laporan Akhir Peristiwa Kerusuhan Tanggal 13–15 Mei: Jakarta, Solo, Palembang, Lampung, Surabaya dan Medan». Jakarta: Tim Gabungan Pencari Fakta (em Indonesian). OCLC 318092229