Un bon bock

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Un Bon Bock
Poster promocional de Pantomimes Lumineuses
 França
1892 •  Cor (pintado à mão) •  
Direção Charles-Émile Reynaud
Roteiro Charles-Émile Reynaud
Gênero Animação
Música Gaston Paulin
Lançamento 28 de Outubro de 1892 França
Idioma mudo
Página no IMDb (em inglês)

Un Bon Bock (Em tradução livre: Uma Boa Cerveja) é um curta-metragem de animação francês de 1892 dirigido por Charles-Émile Reynaud. Consiste de 700 imagens pintadas individualmente, tendo uma duração de aproximados 15 minutos.[1]

É um dos primeiros filmes de animação de todos os tempos e foi o primeiro a ser exibido por meio do Praxinoscópio modificado de Reynaud, o Teatro Óptico,[2] ao lado de Le Clown et ses chiens e Pauvre Pierrot. Os três foram exibidos em Outubro de 1892, quando Reynaud inaugurou seu Théâtre Optique no Museu Grévin. A performance combinada destes filmes foi chamada de Pantomimes Lumineuses. Reynaud foi o manipulador de todas as imagens, acompanhado por Gaston Paulin ao piano.[1]

É considerado um filme perdido. Não existem cópias, pois Reynaud jogou as imagens no Rio Sena.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Charles-Émile Reynaud». Who's Who of Victorian Cinema. Consultado em 11 de março de 2007. 
  2. «The History of Animation»