Valentina Nikonova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Valentina Nikonova
esgrima
Nome completo Valentina Gennadevna Nikonova
Especialidade florete
Nascimento 5 de março de 1952 (69 anos)
Cazã, Rússia Soviética, União Soviética
Nacionalidade soviética

Valentina Gennadevna Nikonova (em russo: Валентина Геннадьевна Никонова; Cazã, 5 de março de 1952) é uma ex-esgrimista soviética, especialista em florete que conquistou a medalha olímpica de ouro por equipes nos Jogos Olímpicos de 1976, em Montreal.

Ela também possuí títulos mundiais, continentais e nacionais, incluindo uma medalha de ouro no mundial de Gotemburgo, em 1973. Por causa de seus resultados e contribuições sociais, recebeu um distintivo oficial honorário do Ministério de Assuntos Internos da República do Tartaristão em 2012, e o título de cidadã honorária de Cazã em 2015.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jogos Olímpicos[editar | editar código-fonte]

Nikonova participou de apenas uma edição de Olimpíadas, os Jogos de Montreal de 1976. Na ocasião, disputou o evento por equipes, participando somente da primeira fase quando venceu as canadenses Chantal Payer e Fleurette Campeau, mas acabou sendo derrotada por Donna Hennyey e Susan Stewart. Contra as polacas, triunfou em seus embates diante de Barbara Wysoczańska e Krystyna Machnicka-Urbańska.[1] Apesar de não ter participado das demais fases, quando a União Soviética venceu Romênia,[2] Alemanha Ocidental,[3] e França,[4] Nikonova conquistou a medalha de ouro.[1]

Outras competições[editar | editar código-fonte]

Em campeonatos mundiais, Nikonova se tornou campeã em 1973. No mesmo ano, conquistou uma medalha de prata por equipes e, consequentemente, o título de Mestre de Honra do Esporte. Ela também conquistou duas medalhas de ouro por equipes em 1974 e 1977.[5]

Já nos campeonatos nacionais, contém cinco títulos por equipes consecutivos (1974, 1975, 1976, 1977 e 1978) e um individual (1974). Nas Taças de Equipes Europeias de Esgrima, repetiu o feito das cinco conquistas nos mesmos anos dos títulos nacionais.[5]

Ela conquistou a Copa da Europa em 1974, sendo considerada a melhor esgrimista do ano.[5]

Homenagens[editar | editar código-fonte]

Em 6 de março de 2012, Nikonova recebeu um distintivo oficial honorário do Ministério de Assuntos Internos da República do Tartaristão. Esta homenagem foi resultado de sua contribuição e participação no desenvolvimento do esporte no país.[5] Em 3 de agosto de 2015, ela foi agraciada com o título de cidadã honorária de Cazã.[6]

Referências

  1. a b Evans, Hilary; Gjerde, Arild; Heijmans, Jeroen; Mallon, Bill; et al. «Valentina Nikonova». Sports Reference LLC (em inglês). Olympics em Sports-Reference.com. Consultado em 30 de novembro de 2019. Arquivado do original em 16 de junho de 2018 
  2. Evans, Hilary; Gjerde, Arild; Heijmans, Jeroen; Mallon, Bill; et al. «Fencing at the 1976 Montreal Summer Games: Women's Foil, Team Quarter-Finals». Sports Reference LLC (em inglês). Olympics em Sports-Reference.com. Consultado em 30 de novembro de 2019. Arquivado do original em 28 de março de 2019 
  3. Evans, Hilary; Gjerde, Arild; Heijmans, Jeroen; Mallon, Bill; et al. «Fencing at the 1976 Montreal Summer Games: Women's Foil, Team Semi-Finals». Sports Reference LLC (em inglês). Olympics em Sports-Reference.com. Consultado em 30 de novembro de 2019. Arquivado do original em 28 de março de 2019 
  4. Evans, Hilary; Gjerde, Arild; Heijmans, Jeroen; Mallon, Bill; et al. «Fencing at the 1976 Montreal Summer Games: Women's Foil, Team Final Pool». Sports Reference LLC (em inglês). Olympics em Sports-Reference.com. Consultado em 30 de novembro de 2019. Arquivado do original em 4 de dezembro de 2016 
  5. a b c d «Олимпийская чемпионка по фехтованию Валентина Никонова отмечает юбилей» (em russo). tatcenter.ru. 6 de março de 2012. Consultado em 30 de novembro de 2019. Cópia arquivada em 30 de novembro de 2019 
  6. «Чемпионка Олимпийских игр Валентина Никонова стала почетным гражданином Казани» (em russo). kzn.ru. 3 de agosto de 2015. Consultado em 30 de novembro de 2019. Cópia arquivada em 30 de novembro de 2019