Variante Ómicron do SARS-CoV-2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Variante Ómicron do SARS-CoV-2
Variante da SARS-CoV-2 vírus responsável pela COVID-19 e sua pandemia
SARS-CoV-2 (CDC-23312).png
Nome científico B.1.1.529
Apelido Variante Omicron
Primeira detecção em África do Sul
Variante de Preocupação (VOC)? Sim
Variante de Interesse (VOI)? Sim
Resistencia á vacinação Sem dados claros
Map of countries with confirmed SARS-CoV-2 Omicron variant cases.svg

A variante Ômicron (português brasileiro) ou Ómicron (português europeu) (também conhecida como linhagem B.1.1.529) é uma variante do SARS-CoV-2, o vírus que causa a COVID-19.

A linhagem B.1.1.529 foi relatada à Organização Mundial da Saúde pela África do Sul em 24 de novembro de 2021. Em 26 de novembro de 2021, o Grupo Técnico Consultivo da OMS sobre a evolução do vírus SARS-CoV-2 designou a B.1.1.529 como uma variante de preocupação e a OMS deu a ele a designação Ômicron.[1]

A OMS deveria nomear a variante de Nu, porém como a pronúncia é semelhante a palavra inglesa new ("novo", em português) o órgão decidiu não introduzir para evitar estigmatização. O mesmo ocorreu com a letra Xi que, basicamente, lembraria o nome do presidente chinês, Xi Jinping.[2]

A variante apresenta um grande número de mutações, algumas das quais preocupantes. O número de casos na linhagem B.1.1.529 está aumentando em todas as áreas da África do Sul. Algumas evidências mostram que essa variante apresenta risco aumentado de reinfecção. Estudos estão em andamento para avaliar o impacto exato na transmissibilidade e mortalidade, entre outros fatores.[3] Será a variante dominante em todo o mundo, devido à sua elevada transmissibilidade.[4]

O primeiro espécime da variante encontrado foi a partir de uma coleta feita em 9 de novembro de 2021 em Botswana.[5] Também foi detectado na África do Sul,[6] além de casos confirmados em Hong Kong,[7][8] Israel (a partir de um viajante voltando do Malaui, junto com dois que retornaram da África do Sul e um de Madagascar).[9][10] Um caso confirmado na Bélgica aparentemente adquiriu o vírus no Egito antes de 11 de novembro.[11]

Em 30 de novembro de 2021, foram confirmados no estado de São Paulo, pelo Instituto Adolfo Lutz, os primeiros casos da variante omicron no Brasil, sendo um homem de 41 anos e uma mulher de 37, provenientes da África do Sul.[12][13] Um terceiro caso foi confirmado um dia depois, também em São Paulo.[14]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Classification of Omicron (B.1.1.529): SARS-CoV-2 Variant of Concern». World Health Organization. 26 Nov 2021. Consultado em 26 Nov 2021 [ligação inativa] 
  2. https://olhardigital.com.br/2021/11/30/coronavirus/por-que-a-oms-pulou-duas-letras-do-alfabeto-grego-para-nomear-a-variante-omicron/amp/
  3. Callaway, Ewen (25 de novembro de 2021). «Heavily mutated coronavirus variant puts scientists on alert» (em inglês). doi:10.1038/d41586-021-03552-w 
  4. «Covid-19: dados apontam para que Ómicron seja mais benigna, mas mais transmissível». Jornal Expresso. Consultado em 29 de dezembro de 2021 
  5. Callaway, Ewen (25 de novembro de 2021). «Heavily mutated coronavirus variant puts scientists on alert». Nature (em inglês). doi:10.1038/d41586-021-03552-w 
  6. «outbreak.info». outbreak.info (em inglês). Consultado em 26 de novembro de 2021 [ligação inativa] 
  7. Covid: New heavily mutated variant B.1.1.529 in South Africa raises concern, 25 November 2021, BBC News, accessed 25 November 2021
  8. Tracking SARS-CoV-2 variants (Tables: Currently designated Variants Under Monitoring -describes 529 variant as present in 'Multiple countries'- and 'Formerly monitored variants'- B.1.523 & B.1.619 Reclassified Nov 2021). www.who.int, accessed 25 November 2021
  9. @BNODesk (26 de novembro de 2021). «Statement from Israel's health ministry reporting 1 confirmed case of new coronavirus variant B.1.1.529» (Tweet) – via Twitter 
  10. 14:30 4 מאומתים לווריאנט החדש התגלו בארץ, רה"מ יקיים מסיבת עיתונאים translated: "...Verified for the new strain 4 verified for the new variant were discovered in the country...", m.ynet.co.il, accessed 26 November 2021
  11. Reuters (26 de novembro de 2021). «Belgium detects first case of new COVID-19 variant in Europe». Reuters (em inglês). Consultado em 26 de novembro de 2021 
  12. «SP confirma os dois primeiros casos da variante Ômicron no Brasil». Governo do Estado de São Paulo. 30 de novembro de 2021. Consultado em 30 de novembro de 2021 
  13. «Adolfo Lutz confirma variante ômicron em dois testes positivos de Covid no Brasil». G1. Consultado em 30 de novembro de 2021 
  14. https://g1.globo.com/google/amp/sp/sao-paulo/noticia/2021/12/01/sp-confirma-terceiro-caso-da-variante-omicron-no-brasil.ghtml