Viktoria Komova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Viktoria Komova
Komova durante o Gent Challenger Cup de 2011
Informações pessoais
Nome completo Viktoria Aleksandrovna Komova
Apelido Vika
Modalidade Ginástica artística feminina
Especialidade barras assimétricas e trave
Representante Rússia
Nascimento 30 de janeiro de 1995 (24 anos)
Voronezh, Oblast de Voronezh
Nacionalidade Rússia russa
Compleição Peso: 48 kg Altura: 1,66
Nível sênior
Treinador Gennadiy Yelfimov
Coreógrafo Nadezhda Sezina
Clube Dynamo Sports Club
Período em atividade 2010

Viktoria Komova, em russo: Виктория Комова, (Voronezh, 30 de janeiro de 1995) é uma ginasta russa campeã mundial das barras assimétricas, vice-campeã olímpica por equipes e no individual geral, que competiu em provas de ginástica artística.

2011[editar | editar código-fonte]

A ginasta foi ao Mundial de Tóquio e ao lado das companheiras Ksenia Afanasyeva, Anna Dementyeva, Tatiana Nabieva, Yulia Inshina e Yulia Belokoblskaya conquistou a medalha de prata por equipes, superada pela seleção norte-americana, vice-campeã na edição anterior. Nas provas individuais, foi à final do concurso geral, com a primeira colocação. Na final, porém, a ginasta não superou Jordyn Wieber, e por uma pequena diferença encerrou com segunda colação. Nos aparelhos, foi medalhista de ouro nas barras assimétricas, após obter a pontuação de 15,400..[1] Além das provas de barras, Komova também se classificou para competir nas finais de trave em primeiro lugar e de solo em quinto. Na trave com alguns desequilíbrios e uma queda, Komova terminou a competição em último lugar com 13.766 e no solo resolveu não competir dando a chande para sua compatriota Ksenia Afanasyeva participar da prova, onde esta acabou levando o ouro.

2012[editar | editar código-fonte]

Foi campeã russa no individual geral e nas barras assimétricas, e ganhou a prata no solo.

Cotada como umas das favoritas para ganhar a medalha de ouro no individual geral nas Olimpíadas de Londres 2012, se classificou em primeiro lugar para a disputa com 60.632 na qualificação por equipes, também se classificando para então a prova final de equipes com a Russia em segundo lugar, em terceiro lugar nas assimétricas e segundo na trave. Na final por equipes com vários erros sofridos e com a apresentação brilhante da equipe norte-americana, a russas ficaram com a medalha de prata. Já na final do individual geral teve um erro no salto sobre o cavalo e mesmo com as notas boas nos outros três aparelhos não conseguiu superar a norte-americana, a ginasta Gabrielle Douglas que ao fazer 62.232 levou o ouro, 0.259 a mais que Komova que ficou com 61.973 superando sua compatriota a russa Aliya Mustafina ficou com a medalha de bronze com 59.566, mesmo caindo da trave.

Principais resultados[editar | editar código-fonte]

Ano Evento AA Equipe Salto sobre o cavalo. Trave. Barras assimétricas. Solo.
2010 Jogos Olímpicos da Juventude Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de bronze
2011 Campeonato Mundial de Ginástica Artística Medalha de prata Medalha de prata Medalha de ouro
2012 Campeonato Europeu Medalha de prata Medalha de ouro
Jogos Olímpicos Medalha de prata Medalha de prata
2015 Jogos Europeus Medalha de ouro
Campeonato Mundial de Ginástica Artística Medalha de ouro

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «43rd Artistic Gymnastics World Championships» (em inglês). Gymnastics results. Consultado em 3 de novembro de 2011. Arquivado do original em 8 de fevereiro de 2012