Vincenzo Peruggia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Vincenzo Peruggia
Nascimento 8 de outubro de 1881
Dumenza
Morte 8 de outubro de 1925 (44 anos)
Saint-Maur-des-Fossés
Cidadania Reino de Itália
Ocupação art thief, pintor, vidraceiro, ladrão
Causa da morte enfarte agudo do miocárdio, saturnismo

Vincenzo Peruggia (Dumenza, 8 de outubro de 1881 - Annemasse, 8 de outubro de 1925) é o italiano que roubou a Mona Lisa, em 21 de agosto de 1911 do Museu do Louvre.

Vida[editar | editar código-fonte]

Ele alegou ser um patriota italiano que desejava retornar para seu país um dos numerosos tesouros que Napoleão Bonaparte havia roubado de lá. Porém, Vincenzo desconhecia o fato de que a Mona Lisa havia sido ofertada como presente ao rei Francisco I de França pelo próprio Leonardo da Vinci, quase trezentos anos antes de Napoleão.

A Mona Lisa foi recuperada em 12 de dezembro de 1913 em Florença. Peruggia foi condenado a um ano e quinze dias por seu crime. Um recurso reduziu sua sentença para sete meses e nove dias. Peruggia foi considerado pela maioria de seus compatriotas como um herói da arte nacional. Após o roubo ele foi para um hotel onde guardou o retrato da Mona Lisa debaixo da cama.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]