Volokolamsk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Volokolamsk
Coat of Arms of Volokolamsk (Moscow oblast).pngVolokolamsk2.svg
Volokolamsk (Moscow Oblast) 07.jpg
Geografia
País
Oblasts
Distrito municipal
Volokolamsky District (en)
Urban settlement in Russia
 (d)
Capital de
Q4145499, Volokolamsky District (en)Visualizar e editar dados no Wikidata
Área
10 km2Visualizar e editar dados no Wikidata
Altitude
170 mVisualizar e editar dados no Wikidata
Coordenadas
Demografia
População
19 824 hab. ()Visualizar e editar dados no Wikidata
Densidade
1 982,4 hab./km2 ()
Funcionamento
Estatuto
City/town (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
História
Fundação
identidade
Bandeira
Identificadores
Código postal
143600Visualizar e editar dados no Wikidata
OKATO
46205501000Visualizar e editar dados no Wikidata
Prefixo telefônico
49636Visualizar e editar dados no Wikidata

Volokolamsk (em russo: Волокола́мск) é uma cidade e o centro administrativo do distrito de Volokolamski no Oblast de Moscou, na Rússia. Localizada às margens do rio Gorodenka, não muito longe de sua confluência com o rio Láma, ela fica a 129 quilômetros (80 mi) noroeste de Moscou. Sua população em 2010 era 23.433.

História[editar | editar código-fonte]

Volokolamsk foi mencionada pela primeira vez na Crônica de Voskresensk, escrita antes do ano de 1135.[1] Ela foi construída por comerciantes novogarodianos em um trecho de terra (em russo: Волок, transl. Volok) de 5 km entre afluentes do rio Láma (em russo: Ла́ма, transl. Láma), daí o seu nome "Volokolamsk" (lit. Volok no Láma). Em 1178, a cidade foi incendiada por Vsevolod III de Vladimir, que a adicionou às terras de Vladimir-Susdália. Seu filho Iaroslav II devolveu a cidade ao Principado de Novogárdia em 1231. Após a invasão mongol do Rus', a cidade foi dividida em duas partes: uma atribuída a Novogárdia e outra aos Grão-Duques de Vladimir. O Principado de Tver falhou em conquista-la em 1273.

A Catedral da Ressurreição, construída durante a década de 1460, é uma das últimas catedrais de calcário na Rússia.

Mais tarde, Ivan I de Moscou doou sua parte da cidade ao boiardo Rodion Nestorovich, que depois tomou a outra parte da cidade do Principado de Novogárdia. Em 1345, Simeão, o Orgulhoso, entregou Volokolamsk ao seu sogro, um dos príncipes de Smolensk. Enquanto na posse de Smolensk, a cidade resistiu a um cerco por Algirdas durante a guerra lituano-moscovita de 1368-72. Tokhtamiche foi derrotado perto de Volokolamsk, em 1383. Logo depois, a cidade voltou a pertencer a Novogárdia. A cidade permaneceu nas mãos da República de Novogárdia até 1398, quando Basílio I definitivamente a incorporou ao Grão-Ducado de Moscou. Dez anos depois, ela foi concedida por dois anos a Švitrigaila, que acabara de desertar para Moscou. Tendo perdido suas conexões com Novogárdia e seu comércio hanseático, a cidade declinou e não foi mencionada por nenhuma fonte durante o próximo meio século. Em 1462, quando Volokolamsk foi dado por Ivan III ao seu irmão mais novo, a cidade voltou a ganhar importância, pois se tornou a sede de um principado apanagista. Seu primeiro príncipe erigiu a Catedral da Ressurreição, de calcário e de cúpula única, que ainda existe no lugar. Em 1613, Volokolamsk enfrentou um cerco pelas tropas de Sigismundo III Vasa, um evento que levou as fortificações da cidade a serem representadas em seu brasão de armas.

O governo soviético fez-se estabelecer em Volokolamsk no final de outubro de 1917. Durante a Grande Guerra Patriótica de 1941-1945, perto de Volokolamsk ocorreram confrontos violentos entre tropas e partisans alemães e soviéticos. A cidade esteve sob ocupação alemã entre 27 de outubro e 20 de dezembro   de 1941, quando ela foi libertado pela 331ª Divisão de Fuzileiros do Exército Vermelho.

Estatuto administrativo e municipal[editar | editar código-fonte]

No âmbito das divisões administrativas russas, Volokolamsk serve como o centro administrativo do distrito de Volokolamski.[2] Como uma divisão administrativa, forma, junto com sete localidades rurais, o distrito de Volokolamski como a cidade de Volokolamsk.[2] Como uma divisão municipal, a cidade de Volokolamsk é parte do distrito municipal de Volokolamski como o estabelecimento urbano de Volokolamsk.[3]

Cidades gêmeas e irmãs[editar | editar código-fonte]

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

O romance de 1944 de Alexander Bek, Estrada Volokolamsk («Волоколамское шоссе»), é um relato parcialmente fictício da defesa da cidade contra a Alemanha Nazista, por elementos da 316ª Divisão de Infantaria ao longo da estrada de Volokolamsk para Moscou, em outubro de 1941.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Энциклопедия Города России. [S.l.: s.n.] ISBN 5-7107-7399-9 
  2. a b Resolução nº 123-PG
  3. Lei nº 1/2005-OZ
  4. Pravac de Volokolamski