Watse Cuperus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Watse Cuperus
Nome completo Watse Cuperus
Nascimento 30 de abril de 1891
Blija,
Frisian flag.svg,  Países Baixos
Morte 25 de agosto de 1966 (75 anos)
Leeuwarden,
Frisian flag.svg,  Países Baixos
Nacionalidade  Países Baixos
Ocupação escritor, poeta, jornalista
Principais trabalhos O fil dourado (De gouden tried, 1941-1950)

Watse Cuperus (Blija, Frísia, 30 de abril de 1891 — Leeuwarden, Frísia, 25 de agosto de 1961) foi um poeta, jornalista e escritor holandês.

Em 1955 ganhou o Prémio Rely Jorritsma por sua contribuição para a difusão do frísio.

Biografia[editar | editar código-fonte]

De família humilde, nasceu em 1891 em Blija, no nordeste da província de Frísia. No começo dos anos 1920 trabalhou como vendedor de tecidos e como empregado numa loja.

De fé protestante, e muito envolvido no social, conhecia muito o povo. Viveu a vida inteira nos povoados de Blija, Westernijkerk e Marrum.

Faleceu em 1966 por diabete.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • 1933: Skeanebûrster folkslibben
  • 1937: Lânstoarm XI
  • 1941-1950: De gouden tried (1941, 1942 e 1950)
  • 1943: Oarreheite erfskip
  • 1946: Sa't lân opjowt
  • 1947: De pipegael (2de dr.1969)
  • 1948: Doeke Daen
  • 1949: Swart, mar leaflik (reimp. 1969, 2a reimp. 1998)
  • 1955: Hoeder en skiep
  • 1958: Striid en segen (autobiografische roman)
  • 1964: De sierlike kroan
  • 1966: Jild en eare

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • 1955: Do silst net stelle, 4 atos
  • 1956: Libbensropping, 4 atos
  • 1966: Il filo d'oro (De gouden tried), 4 atos, op nieuw bewerkt naar de gelijknamige roman

Traduções[editar | editar código-fonte]

  • 1959: Oscuro ma bello (Zwart maar lieflijk, do frísio Swart mar leaflik)

Livros para as crianças[editar | editar código-fonte]

  • 1936: Oarreheite pet (reimp. 1941; 2a reimp. 1948)
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.