Yarisley Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yarisley Silva
Informações pessoais
Modalidade Salto com vara
Nascimento 1 de junho de 1987 (28 anos)
Pinar del Río, Cuba
Nacionalidade Cuba cubana
Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Londres 2012 Salto com vara
Campeonatos Mundiais
Ouro Pequim 2015 Salto com vara
Bronze Moscou 2013 Salto com vara
Campeonatos Mundiais – Indoor
Ouro Sopot 2014 Salto com vara
Jogos Pan-Americanos
Ouro Toronto 2015 Salto com vara
Ouro Guadalajara 2011 Salto com vara
Bronze Rio de Janeiro 2007 Salto com vara

Yarisley Silva (Pinar del Río, 1 de julho de 1987) é uma atleta e campeã mundial cubana especializada no salto com vara.

Primeira atleta de Cuba a atingir alto nível global nesta modalidade, conquistou sua primeira medalha internacional nos Jogos Centro-Americanos e do Caribe de 2006[1] , seguida de uma medalha de bronze no Pan do Rio 2007. Participou dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 mas não conseguiu classificação para a final saltando apenas 4,15 m.[2]

Sua carreira deu um grande salto neste ciclo olímpico, e três anos depois foi campeã nos Jogos Pan-Americanos de 2011, disputados em Guadalajara, no México, depois de um duelo com a brasileira Fabiana Murer, campeã do Pan anterior, que se repetiria em várias ocasiões posteriores.[3] No Mundial de Daegu, pouco depois, ficou na quinta colocação com um recorde pessoal e regional de 4,70 m.

Em Londres 2012, ficou com a medalha de prata olímpica com um salto de 4,75 m, a primeira latina-americana a medalhar nesta modalidade em Jogos Olímpicos. Em Moscou 2013, ficou com o bronze na disputa do Campeonato Mundial.[4]

Em 2015, foi novamente campeã do salto com vara nos Jogos Pan-Americanos de 2015, disputados em Toronto, no Canadá, com a marca de 4,85m, novo recorde pan-americano, depois de uma dura disputa com a brasileira Murer, numa prova com nível técnico superior ao dos Jogos de Londres, com Yarisley vencendo no último salto e a campeã olímpica Jennifer Suhr ficando apenas em terceiro lugar.[5]

O duelo com Murer se repetiria um mês depois no Mundial de Pequim 2015; elas foram as duas últimas a sobrarem, mostrando o alto nível técnico que a prova teve no Pan de Toronto; Murer e Silva foram as únicas a saltar 4,85 m, sendo que a brasileira tinha precisado de menos saltos para chegar até ali, estando assim com a medalha de ouro garantida caso ninguém ultrapasse 4,90 m. Nas duas primeiras tentativas, nem Fabiana nem Yarisley passaram a marca, o que dava a medalha de ouro à Fabiana, faltando apenas um último salto para Yarisley Silva; na última tentativa porém, a cubana, que precisou de três saltos para superar os 4,70 m, conseguiu ultrapassar 4,90 m, deixando para Fabiana a missão de igualar a marca – que nunca saltou, seu recorde pessoal é 4,85 m, que igualou na prova; Fabiana não conseguiu ultrapassar o sarrafo ficando com a prata, e Yarisley com o título mundial, a mesma posição das duas do Pan-americano de Toronto.[6]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Ano Competição Sede Posição Notas
Representando  Cuba
2006 Jogos Centro-Americanos e do Caribe Cartagena, Colômbia 3,95 m
2007 Jogos Pan-Americanos Rio de Janeiro, Brasil 4,30 m
2008 Jogos Olímpicos de Verão Pequim, China 27º 4,15 m
2009 Campeonato Centro-Americano e do Caribe Havana, Cuba 4,40 m
2011 Campeonato Mundial de Atletismo Daegu, Coreia do Sul 4,70 m
Jogos Pan-Americanos Guadalajara, México 4,75 m
2012 Jogos Olímpicos Londres, Grã-Bretanha 4,75 m
2013 Campeonato Mundial de Atletismo Moscou, Rússia 4,82 m
2015 Jogos Pan-Americanos Toronto, Canadá 4,85 m
Campeonato Mundial de Atletismo Pequim, China 4,90 m

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. XX Central American & Caribbean Games 2006 AthleCAC. Visitado em 26 August 2015.
  2. The XXIX Olympic Games > Pole Vault - women IAAF. Visitado em 26 August 2015.
  3. R7 Fabiana Murer evita vexame de ficar fora do pódio, mas leva só a prata no Pan. Página visitada em 31 de agosto de 2011.
  4. results IAAF. Visitado em 13/08/2013.
  5. De volta ao Canadá, Fabiana Murer perde para rival cubana e fica com a prata em Toronto superesportes.com. Visitado em 26 August 2015.
  6. Caballero, Miguel. Fabiana Murer fica perto do ouro, mas conquista a prata no salto com vara no Mundial de Atletismo O Globo. Visitado em 26 August 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]