Yolanda Morazzo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Yolanda Morazzo
Nascimento 16 de dezembro de 1927
São Vicente, Cabo Verde Cabo Verde
Morte 27 de janeiro de 2009 (81 anos)
Género literário Poesia

Yolanda Morazzo (São Vicente, 16 de dezembro de 1927 - Lisboa, 27 de janeiro de 2009)[1] foi uma escritora e poetisa Caboverdiana de língua portuguesa. É diplomada com o curso superior de Francês e o curso superior de Moderna Literatura Francesa, da Alliance Française e com o curso de Ingês do Instituto Britânico. Em 1958, parte para Angola acompanhando o marido e aí permanence no período convulso da guerra colonial, de 58 a 68. Findo esse tempo foi viver para Luanda onde lecciona no ensino particular, trabalhando ao mesmo tempo na Embaixada da Jugoslávia.

Neta de José Lopes, um dos maiores e mais cultos poetas de Cabo Verde, cedo revelou a sua poesia, tendo feito parte do Grupo do Suplemento Cultural

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Poesia de Intervenção (1976)

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Um poema seu, Barcos, encontra-se no CD Poesia de Cabo Verde e sete poemas de Sebastião da Gama, de Afonso Dias.

Referências

  1. «Literatura : Morreu Yolanda Morazzo». Embaixada da República de Cabo Verde no Brasil. Consultado em 9 de outubro de 2016 


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.