Yves Congar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yves Marie-Joseph Congar, OP
Cardeal da Santa Igreja Romana
Presbítero da Ordem dos Pregadores
Atividade Eclesiástica
Ordem Ordem dos Pregadores
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 25 de julho de 1930
Cardinalato
Criação 26 de novembro de 1994
por Papa João Paulo II
Ordem Cardeal-diácono
Título São Sebastião no Palatino
Brasão
Coat of arms of Yves Congar.svg
Dados pessoais
Nascimento Sedan
8 de abril de 1904
Morte Paris
22 de junho de 1995 (91 anos)
Nacionalidade francês
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Yves-Marie-Joseph Congar (Sedan, 8 de abril de 1904Paris, 22 de junho de 1995) foi um teólogo dominicano e Cardeal francês. É considerado um dos maiores eclesiólogos do século XX, que abriu a eclesiologia católica ao ecumenismo[1].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em 1904. Dominicano. Foi ordenado em 1930. Esteve preso de 1940 a 1945 nos campos de concentração de Colditz e Lübeck. Foi fundador e diretor da coleção Unam Sanctam, e professor de teologia na faculdade de Le Saulchoir. Foi um sólido eclesiólogo, aberto ao ecumenismo e à reforma da Igreja, precursor e consultor do Concílio Vaticano II. Entre suas obras, cabe destacar "Verdadeira e falsa reforma da Igreja" (1950), "Jalones para una teología del laicado" (1954), "Cristãos em diálogo" (1964), "Tradição e tradições" (1961-1963) e "O Espírito Santo" (1980). Foi elevado à dignidade cardinalícia por João Paulo II em 30 de outubro de 1994, recebendo o barrete de cardeal em 8 de dezembro do mesmo ano. Faleceu em 1995.

Juntamente com o dominicano Marie-Dominique Chenu, e com os jesuítas Henri de Lubac e Jean Daniélou, foi um dos artífices da "Nouvelle théologie", uma renovação espiritual que ocorreu na Igreja Católica da França dos anos 1950.

Durante o Concílio Vaticano II foi um dos peritos[2] que colaborou na redação de Lumen gentium, Dei Verbum e Gaudium et Spes[3].

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. A reforma da Igreja a 20 anos da morte de Yves Congar, acesso em 29 de setembro de 2015.
  2. Igreja e Papado, acesso em 24 de setembro de 2016.
  3. Congar, paladino do Concílio, acesso em 27 de setembro de 2015.