Reginald Garrigou-Lagrange

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Reginald Garrigou-Lagrange
Nome nativo Reginald Garrigou-Lagrange, Réginald Garrigou-Lagrange
Nascimento 21 de fevereiro de 1877
Auch
Morte 15 de fevereiro de 1964 (86 anos)
Roma
Cidadania França
Ocupação filósofo, teólogo, religioso, padre católico
Religião Igreja Católica

Réginald Marie Garrigou-Lagrange, O.P. (Auch, França, 21 de fevereiro de 1877, – Roma, Itália, 15 de fevereiro de 1964) foi um frade dominicano e um dos maiores teólogos do Século XX. [1] Entre os tomistas é considerado uma das maiores autoridades devido à sua inteligência e memória brilhante. Lecionou no Angelicum em Roma entre 1909 e 1960.

Frade Garrigou-Lagrange se tornou conhecido ao escrever contra os modernistas e, posteriormente devido a seus escritos espirituais de profundo pensamento teológico.[2] Propôs uma tese sobre a contemplação infusa resultante da vida mística como uma via normal de santidade na perfeição Cristã. Seus grandes clássicos estão no "The Three Ages of the Interior Life". Teve ainda muitos alunos ilustres, entre eles o Papa João Paulo II.

Produziu 28 livros (a maioria sem tradução para o português) a centenas de artigos, entre eles:

  • God, His Existence and Nature: A Thomistic Solution of Certain Agnostic Antinomies (1914)
  • Christian Perfection and Contemplation according to St Thomas Aquinas and St John of the Cross (1923)
  • The Love of God and the Cross of Jesus (1929)
  • Providence (1932)
  • Predestination (1936)
  • The Three Ways of the Spiritual Life (1938)
  • The Three Ages of the Interior Life: Prelude of Eternal Life (1938)
  • Christ the Saviour (1945), commentary on Summa Theologica III.1-26, 31-59
  • Life Everlasting and Immensity of the Soul (1947)
  • Grace (1947), commentary on Summa Theologica I-II.109-114.
  • The Mother of the Saviour and our Interior Life (1948)
  • The Priest in Union with Christ (1948)
  • The Theological Virtues - Vol. 1: Faith (1948), commentary on Summa Theologica II-II.1-16
  • Beatitude (1951), commentary on Summa Theologica I-II.1-54
  • The One God, commentary on Summa Theologica I.1-26
  • The Trinity and God the Creator, commentary on Summa Theologica I.27-119
  • Reality: A Synthesis of Thomistic Thought
  • Life Everlasting

Referências

  1. «Garrigou-Lagrange». videeditorial.com.br. Consultado em 11 de janeiro de 2017. 
  2. «Padre Gontran Garrigou-Lagrange su santiebeati.it». Santiebeati.it. Consultado em 11 de janeiro de 2017.